DESTAQUE

Revista UFO analisa o agroglifo da Formiga na Inglaterra

Por
24 de Junho de 2019
Agroglifo em Sparticles Wood, Surrey, relatado em 21 de junho
Créditos: UFO

Começou a  fascinante viagem com o editor da Revista UFO A. J. Gevaerd, desta vez aos campos de Wiltshire, para exploração dos agroglifos e outros mistérios da  Inglaterra. O tour será guiado também pelo pesquisador Newton Rampasso e terá a presença especial de Michael Glickman, um dos maiores especialistas no fenômeno. Serão oito dias de surpreendentes aventuras em um dos lugares mais impressionantes do mundo.

A equipe UFO, logo que chegou à Inglaterra, visitou o mais recente agroglifo surgido em Sparticles Wood, em Surrey, no último dia 21.  

 

 

Após desembarcarem e se acomodarem, a turma se dirigiu ao campo de trigo na localidade de Netherme-on-the-Hill e fez a primeira análise aérea com o drone, para depois ingressar no campo e conhecer o desenho mais de perto.

 

 

Agroglifo da Formiga, em Sparticles Wood, em Surrey, notado em 21 de junho de 2019.

 

O editor e o consultor da UFO, Gevaerd e Rampasso, respectivamente, lideram a viagem de pesquisa com 12 brasileiros que se demonstraram extasiados ao pisarem pela primeira vez em um agroglifo.  José Julio, um dos integrandes, diz que se sente apaixonado e não resistiu a se atirar no chão "para sentir a energia desse fenômeno", que era seu sonho conhecer.

"Estou apaixonado!" (José Júlio)

 

As pessoas dizem estar encantadas e percebem uma grande emoção e energia no centro do desenho. Gevaerd explica que, em breve, elas sentirão uma recuperação momentânea em suas vidas. "Vão sentir mais o paladar, vão ter os sentidos mais aguçados, um sono melhor, acordar melhor e se reestabelecerem da viagem... Tudo pela ação da energia do eletromagnetismo que possui um fenômeno desse", explica o ufólogo, que há 40 anos estuda esse fenômeno.

"Penso que os agroglifos também são amplificadores de emoções". (Newton Rampasso)

   

Outro fato curioso da energia do local é que foi verificada uma interferência no drone quando sobrevoava o agroglifo. Gevaerd explica que esse sintoma é comum em agroglifos genuínos: "Realmente, há interferência nos aparelhos pelo eletromagnetismo, ainda mais em um agroglifo fresco como esse em que fomos uns dos primeiros a adentrar", disse ele.  

 

"Sinto-me um tanto emocionado". (Paulo)

  

Rampasso lembra do padrão de cestaria (trança com o trigo) se repetindo neste agroglifo, tal como se via em desenhos dos anos 2000, típica assinatura do fenômeno genuíno. "Pessoas não conseguem fazer esse tramado de galhos dobrados em um campo de trigo, no escuro e apenas com tábuas e cordas. Esse é um dos sinais de um genuíno agroglifo que há muito não víamos... É humanente impossível que façamos isso, ainda mais em segundos, como sabemos que esse agroglifo foi criadoEsse trançado é feito, às vezes, de até 4 camadas sobrepostas, então, para se tentar fazer isso manualmente, levaria algumas horas. É bem complicado de se fazer e olhem a extensão do círculo todo entrelaçado. É legítimo".

  

Padrão de cestaria

 

Veja a explicação da cestaria no vídeo:

    

A formação mostra uma formiga de 6 patas e as antenas saindo de um círculo. Rampasso explica que a simetria do desenho é incrível. Todos o ângulos das patas e antenas seguem o mesmo padrão angular do círculo. "Quando fui desenhar o diagrama da formiga e tive que usar o mesmo ângulo em todas as patas e antenas para que pudesse ficar igual à fotografia, pensei em como seria possível alguém reproduzir com excelência esses ângulos no trigo, no escuro, em míseros instantes". 

  

Diagrama por Newton Rampasso

 

Após a visitação, o grupo se reunirá no Hotel Holiday Inn Express, em Wiltshire, para a paletra de Gevaerd sobre o fenômeno dos agroglifos na Inglaterra, no Brasil e no mundo. A palestra é aberta ao público a partir das 19h00. O grupo seguirá em reunião e jantar no hotel.

Amanhã, depois das novas expedições, será o dia da palestra de Michael Glickman, o pioneiro na pesquisa dos agroglifos na Inglaterra, com tradução consecutiva do inglês para o português por Newton Rampasso. Ao final do dia, ida a um restaurante fora do hotel para jantar com Michael.

  

 Veja um vídeo da primeira visitação ao agroglifo da turma:

 

Veja mais fotos do agroglifo:

           

Acompanhe essa fascinante viagem ufológica!

 Pesquisa de um dos mais intrigantes fenômenos da Ufologia e visita a locais de interesse ufoarqueológico da Inglaterra.

Viagem de Pesquisa dos Agroglifos Ingleses

Uma jornada de conhecimento dos fenômenos da Ufologia

22 a 30 de junho, 2019 | Wiltshire | Inglaterra

 

Já está no ar a Edição 269 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2019

Como são eles?