DESTAQUE

Relatórios da NASA recém-descobertos revelam encontros de pilotos com UFOS

Por
22 de Março de 2021
A NASA possui relatórios de encontros e quase colisões de pilotos com UFOs.
Créditos: Felipe Echeverri/Unsplash

Um dos casos ocorreu aos 3.500 pés de altitude, em uma clara tarde de agosto, que oferecia uma vista excepcional das montanhas Catskill, de Nova York. A leve brisa sobre o condado de Greene parecia ideal para um voo vespertino, e um piloto particular operando um pequeno planador sobre East Windham decidiu tirar o máximo proveito disso quando foi surpreendido por estranhos objetos.

Acompanhado por um amigo passageiro (sua primeira vez no ar), o aviador e seu companheiro faziam sua subida constante. Os picos das montanhas passavam abaixo deles ao longe, sendo que o mais próximo - Windham High Peak - erguia-se na paisagem a apenas alguns quilômetros de distância, a sudoeste. O voo foi casual e permaneceu assim mesmo depois que a atenção do piloto foi desviada da vista e para baixo em direção a um objeto brilhante que chamou sua atenção perto da copa das árvores abaixo. Em vez de ser um dispositivo fixo no solo, esse objeto parecia ser algum tipo de aeronave pequena, movendo-se em alta velocidade.

“Nós assistimos ele deslizando sobre as copas das árvores abaixo e à direita de nossa rota de voo. Ele estava se movendo em alta velocidade para sudoeste em direção ao Windham High Peak”, afirmou o piloto posteriormente em um relatório detalhando o incidente. “Ele tinha uma aparência muito brilhante, como o Sol brilhando em um espelho com as cores do arco-íris.” O piloto e seu passageiro continuaram a observar o objeto, que não conseguiram identificar, embora acreditassem ser algum tipo de veículo aéreo não tripulado (UAV). O objeto, por outro lado, parecia mostrar pouca consideração pelos pilotos acima, que agora o observavam há vários segundos.

Isso, no entanto, estava prestes a mudar: “Enquanto observávamos o UAV, virei para a esquerda”, afirmou o piloto em seu relatório, observando que na metade do caminho para completar sua curva e agora avançando em direção a Windham High Peak, “(...) o UAV deu meia-volta e veio em nossa direção em alta velocidade.” O objeto agora estava se lançando diretamente na direção deles. O UFO, se aproximando rapidamente e agora em uma possível rota de colisão com sua aeronave, surpreendeu os dois observadores com sua velocidade, fechando uma distância que o piloto julgou ser de oito quilômetros em apenas alguns segundos.

“Quando consegui 3/4 da curva, o objeto estava a 50m da minha asa direita, e rapidamente ficou na minha frente e me seguiu na curva cada vez mais perto até sair da minha asa esquerda, provavelmente não mais do que 25-30 jardas de distância. Tivemos uma visão muito boa dele”, afirmou o relatório do piloto, que descreveu o objeto como tendo aproximadamente 1.80m de altura e entre 60 e 90cm de largura. O topo da nave “estava extremamente radiante” com uma aparência cintilante que o piloto comparou ao “Sol brilhando em um espelho com as cores do arco-íris”.  O UFO possuía uma “(...) meia esfera preta sobre o topo radiante e o que parecia ser uma antena acima da meia esfera”, de acordo com a declaração do piloto. Qualquer que seja o objeto, rapidamente se tornou evidente para o piloto e seu passageiro que o estranho UFO não estava viajando sozinho.


Além dos relatos de avistamentos em pleno voo, há os casos de quase colisão, que são surpreendentes e assustam.
Fonte: pics-about-space.com

“Quando saiu da minha asa esquerda, meu passageiro olhou para cima e viu mais dois UAVs saindo da nuvem diretamente sobre nós”, diz o relato do piloto. “Naquele momento, disse ao meu passageiro que voltaríamos imediatamente ao aeroporto, e empurrei o nariz para baixo e ganhei velocidade. Os UAVs então seguiram para o oeste em alta velocidade. Não vimos nenhum tipo de asas, rotores ou forma de propulsão”, afirmou o piloto em seu relatório. O testemunho acima é uma entre várias narrativas semelhantes, registradas em um banco de dados de relatórios de incidentes de aviação mantidos por uma das agências independentes mais conhecidas do governo federal dos Estados Unidos: a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA).

Em uma investigação do Debrief, vários relatórios de incidentes obtidos foram arquivados no Sistema de Relatórios de Segurança de Aviação (ASRS), mantido pela NASA, revelando encontros próximos de pilotos com fenômenos aéreos não identificados, mais comumente conhecidos como UFOs, abrangendo várias décadas. Uma série de incidentes envolve observações por pilotos e membros da tripulação do que pareciam ser veículos aéreos não tripulados desconhecidos, ou outros objetos voadores não identificados operando a distâncias inseguras de suas aeronaves, levantando preocupações sobre os riscos que podem representar para a segurança da aviação.

O ASRS funciona como a rede de relatórios de situação e incidentes de segurança de aviação voluntária e confidencial da Administração Federal de Aviação (FAA). De acordo com um resumo do programa apresentado em seu site, o ASRS é “uma faceta importante do esforço contínuo do governo, da indústria e de indivíduos para manter e melhorar a segurança da aviação”. Projetado para coletar e analisar relatórios de incidentes de segurança relacionados a todos os aspectos da aviação, o ASRS mantém um banco de dados online descrito como “um repositório público que atende às necessidades da FAA e da NASA e de outras organizações em todo o mundo que estão envolvidas na pesquisa e na promoção de um voo seguro.” Quantos outros casos de quase colisão foram registrados?

Fonte

Já está no ar a Edição 265 da Revista UFO. Aproveite!

Fevereiro de 2019

O enigma das sondas