DESTAQUE

Relato de veterano da Força Aérea dos Estados Unidos sobre UFO em silo nuclear espanta

Por
27 de Outubro de 2021
David Schindele contou sua incrível história, reforçando o depoimento de outros ex-militares.
Créditos: National Press Club

O capitão aposentado da Força Aérea dos Estados Unidos, David Schindele, afirmou que um UFO paralisou 10 de suas armas nucleares em seus silos. O impressionante relato, embora familiar por ser parecido com o de outros veteranos como Robert Salas, traz mais peso e credibilidade em relação às interferências de UFOs com bases militares.

O capitão aposentado David Schindele revelou recentemente um misterioso incidente ocorrido em 1966, quando ele era o comandante das tripulações de lançamento de mísseis no campo de mísseis da Base Aérea Minot, na Dakota do Norte. A história de cada veterano é diferente, mas todas compartilham uma afirmação central: na década de 60, os UFOs adulteraram as armas nucleares administradas pela Força Aérea, tanto aterrorizando quanto mistificando os militares que vivenciaram os encontros. Alguns permaneceram em silêncio por décadas.

“Esperei 40 anos antes de abrir minha boca, e isso é muito tempo”, disse David Schindele, “Tive esse terrível segredo em minha mente por todo esse tempo e senti um grande alívio ao finalmente admitir para meus amigos e parentes próximos o que experimentei na Força Aérea. Eu estava envolvido em um incidente com um UFO na época, onde esse objeto voador adulterou e desativou um total de 10 mísseis ICBM de ponta nuclear.”

O capitão Schindele disse que acordou em dezembro de 1966 na base com relatos de rádio sobre avistamentos de UFOs por civis nas proximidades de Mohall. Chegando na sala de controle de mísseis subterrânea, ele foi levado pelo gerente do local a um “centro de segurança” baseado em solo para contar que ele e outros seguranças testemunharam um disco voador pairando do lado de fora de uma janela.

O capitão Schindele apresentou um mapa, dizendo: “Ele [gerente do local] descreveu um grande objeto do lado de fora da cerca do perímetro, com luzes brilhantes piscando, mas sem ruído, e pairava perto do solo.” O capitão Schindele disse: “Estimei o objeto com 25m a 30m de largura, com base em como ele estimou o tamanho com os braços estendidos. Depois de muitos minutos, o objeto deslizou para a extremidade norte do prédio e sumiu de vista.”


Um mapa que o capitão David Schindele apresentou, com o círculo indicando a posição do UFO.
Fonte: David Schindele

“Mas então o objeto se tornou visível para os guardas de segurança.” A equipe de segurança petrificada estava encolhida dentro, olhando através das janelas para a nave flutuante e bem iluminada, relata o The Sun. O capitão Schindele relembrou: “Passou-se um curto período antes que o objeto levantasse voo e desaparecesse em um segundo. Todos eles [seguranças] nos confirmaram uma experiência aterrorizante, que pude perceber pelo tom de voz e pela expressão em seus rostos.”

“Eles sabiam que o objeto não era um helicóptero. Os helicópteros da base não voavam à noite, especialmente sem avisar as instalações.” Ele continua: “Todos os mísseis indicavam mau funcionamento do sistema de orientação e controle. Nunca tínhamos visto uma situação como essa. Tudo era novo para nós. Foi muito perturbador para nós quando tentamos compreender a realidade da situação que surgiu em nosso caminho”

Outros relatos, como a história contada pelo veterano Robert Salas de uma nave brilhante vermelho-alaranjada pairando no portão de um silo de mísseis balísticos intercontinentais Minuteman, em Montana, foram contados por décadas e incorporados ao universo crescente da ufologia. Quantos outros veteranos oficiais guardam segredos incríveis, que poderiam ser compartilhados?

Fonte

Já está no ar a Edição 285 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2021

Quando eles são hostis aos humanos