DESTAQUE

Publicado artigo que defende a existência de um décimo planeta no Sistema Solar

Por
01 de Julho de 2017
Concepção artística do Planeta Dez, um mundo de tamanho entre o de Marte e o da Terra situado além de Plutão
Créditos: Heather Roper/LPL

Foi no início de 2016 que os astrônomos Konstantin Batygin e Mike Brown (este o descobridor de Eris e um dos responsáveis pela reclassificação de Plutão como planeta anão) propuseram a existência do Planeta Nove, um mundo com cerca de metade da massa de Netuno ou dez vezes mais massivo que a Terra, e que influencia as órbitas de vários Objetos do Cinturão Kuiper (KBOs). Esse planeta ainda hipotético está sendo procurado pela comunidade astronômica e caso exista e seja rochoso pode se revelar como uma super-Terra. Os cálculos de Batygin e Brown o colocam a uma distância entre 500 e 700 AU do Sol (ou 25 vezes mais distante que Plutão), lembrando que uma AU ou Unidade Astronômica é a distância média entre a Terra e o Sol, cerca de 150 milhões de quilômetros.

Agora foi publicado um artigo, assinado por Kat Volk e Renu Malhotra do Laboratório Lunar e Planetário (LPL) da Universidade do Arizona defendendo a existência de um décimo planeta em nosso Sistema Solar. Eles analisaram órbitas de uma população de 600 KBOs, situados bem distantes do Sol, e descobriram que suas órbitas estão em média 8 graus inclinadas em relação ao plano geral das órbitas dos planetas. Eles afirmam que o Planeta Nove não pode ser o responsável por esse efeito já que, caso exista, está muito distante. Apresentaram, portanto a proposta de que uma "massa não observada", de tamanho entre o da Terra e Marte, poderia ser responsável pelo efeito. Ou seja, um ainda não identificado Planeta Dez.

Esse mundo ainda hipotético estaria situado muito mais próximo do Sol que o Planeta Nove, ao redor de 60 UA do Sol. A inversão dos números se deve ao fato de que a existência do Planeta Nove foi proposta antes da do Planeta Dez. Alguns astrônomos duvidam que um corpo dessas proporções e orbitando a tal distância do Sol ainda não tenha sido observado, mas Volk e Malhotra afirmam que, conforme seus cálculos, o Planeta Dez estaria atualmente passando diante da densa porção central de nossa galáxia, a Via Láctea. Assim, a imensa quantidade de estrelas ao fundo impediria que fosse observado facilmente. Os cientistas ainda apresentaram outra possibilidade, a que uma estrela houvesse passado nas proximidades do Sistema Solar e alterado a órbita dos KBOs estudados. Contudo, isso deveria ter ocorrido nos últimos 10 milhões de anos, o que é considerado muito improvável. Há muito existem teorias de mundos ainda desconhecidos nos limites do Sistema Solar, e caso de fato existam o Planeta Nove e o Planeta Dez poderão ser os primeiros de uma série de novos mundos.

crédito: Heather Roper/LPL
Posição teórica do Planeta Dez
Posição teórica do Planeta Dez

Leia o artigo propondo a existência do Planeta Dez

Konstantin Batygin fala sobre o Planeta Nove

A busca pelo Planeta Nove com Mike Brown

Nono planeta do Sistema Solar pode existir, de acordo com astrônomos

Planeta Nove poderá ter sua descoberta confirmada em breve

Novo objeto pode ser o mais distante corpo do Sistema Solar

É falsa a história de um UFO interagindo com o Sol

Cientista sugere procurar por vestígios de antigas civilizações no Sistema Solar

Nave New Horizons transmite últimas informações de Plutão para a Terra

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. A série contém ainda detalhes do funcionamento de satélites espiões, do desenvolvimento da Estação Espacial Internacional e da implantação do telescópio Hubble. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 245 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2017

Múltiplos formatos e origens