DESTAQUE

Projeto Breakthrough Listen capta 15 misteriosos sinais de galáxia distante

Por
31 de Agosto de 2017
Galáxias observadas pelo telescópio Hubble na Constelação de Auriga, onde se localiza a fonte das misteriosas emissões
Créditos: NASA

Rajadas rápidas de rádio (FRBs) têm se revelado alguns dos maiores mistérios da astronomia atual. Desde 2007, quando a primeira delas foi captada, quase duas dezenas desses fenômenos foram descobertos, desafiando a compreensão dos cientistas. Em média, cada uma dessas emissões libera em um segundo tanta energia quanto nosso Sol emite em 10.000 anos. Várias possíveis explicações têm sido apresentadas, variando entre eventos cósmicos cataclísmicos, algum fenômeno previamente não conhecido, e até mesmo avançadas civilizações alienígenas. O Projeto Breakthrough Listen foi lançado em julho de 2015, e acaba de divulgar que captou 15 sinais misteriosos de uma fonte de FRBs.

O Breakthrough Listen, financiado pelo bilionário russo Yuri Milner e que tem entre seus membros o astrofísico Stephen Hawking, pretende em uma década buscar por sinais alienígenas no milhão de estrelas mais próximas do Sol, nas 100 galáxias mais próximas da Via Láctea e no plano desta última. Eles realizaram uma campanha de observação na FRB 121102, descoberta como indicado pelo número em 02 de novembro de 2012, com o radiotelescópio de Green Bank em West Virginia. Esta é o único destes fenômenos que se repete, revestindo-se assim de enorme interesse, e sua fonte é uma galáxia anã na constelação de Auriga, a 3 bilhões de anos-luz de distância. Foram detectados 15 pulsos de alta frequência, em frequências de 4 a 8 GHz e gravados 400 terabytes de dados.

O fato de a FRB 121102 se repetir pode significar que eventos catastróficos, como explosões estelares em supernovas ou hipernovas, ou mesmo colisões de estrelas de nêutrons, não podem explicar essa particular emissão. Por outro lado a galáxia que abriga a fonte dos sinais, que tem somente um quinto do diâmetro de nossa Via Láctea, está produzindo estrelas em uma taxa muito alta. E a origem dos sinais foi localizada na região de um grande berçário estelar, onde colossais nuvens de gás, poeira e outros elementos produzem estrelas e sistemas solares, então a melhor explicação conforme os cientistas pode ser uma poderosa estrela de nêutrons magnética. A hipótese aventada a algum tempo, de avançadas civilizações alienígenas propelindo grandes naves estelares com emissões de laser, tem sido alvo de críticas. Cada pulso da fonte supera a luminosidade de sua galáxia, e os alienígenas, caso forem os responsáveis, não se preocupam com desperdício de energia, já que cada fóton que captamos desse fenômeno é um a menos que termina por não propelir sua hipotética nave.

crédito: Gemini Observatory
Localização da FRB 121102
Localização da FRB 121102

Visite o site das Iniciativas Breakthrough

Leia o artigo explicando o achado

Sinais misteriosos captados via rádio intrigam a comunidade científica

Cientistas rastreiam origem de misteriosa rajada de ondas de rádio

Misteriosas emissões de rádio podem ser de alienígenas impulsionando naves estelares

Projeto Breakthrough Listen divulga seus primeiros resultados

Stephen Hawking lança Projeto Starshot para viagens interestelares

Cientistas ainda debatem o mistério da estrela KIC 8462852

Protótipos de nanonaves estelares já estão em órbita

Saiba mais:

Livro: Guia da Tipologia Extraterrestre

crédito: Revista UFO
Guia da Tipologia Extraterrestre
Guia da Tipologia Extraterrestre

Há séculos a espécie humana assiste à chegada de estranhos seres geralmente bípedes e semelhantes a nós, que descem de curiosos veículos voadores sem rodas, asas ou qualquer indício de forma de navegação. Quase sempre estas criaturas têm formato humanoide e não raro se parecem com uma pessoa comum, mas com um problema: elas não são daqui, não são da Terra. O que pouca gente sabe é que existem dezenas de tipos deles vindo até nós, alguns com o curioso aspecto de robôs, outros se assemelhando a animais e há até os que se parecem muito com entidades do nosso folclore. O Guia da Tipologia Extraterrestre faz uma ampla catalogação de todos os tipos de entidades já relatadas, classificando-as conforme sua aparência e características físicas diante de suas testemunhas, resultando num esforço inédito para se entender quem são nossos visitantes.

DVD: Planetas Alienígenas

Já está no ar a Edição 237 da Revista UFO. Aproveite!

Agosto de 2016

Visões diferentes para a mesma questão

UPDATED CACHE