DESTAQUE

Programa ultrassecreto estudou dobras espaciais e armas a laser nos EUA

Por
18 de Janeiro de 2019
UFO detectado por piloto de um avião de combate F/A-18 Super Hornet
Créditos: metro.uk

A Agência de Inteligência da Defesa dos EUA (DIA) divulgou documentos que expõem alguns dos trabalhos realizados durante um projeto ultrassecreto de pesquisa sobre UFOs. Em uma carta dirigida a um comitê do Congresso presidido pelo falecido senador John McCain em 2018, o DIA explicou alguns dos trabalhos realizados durante um projeto chamado Programa Avançado de Ameaça e Identificação Aerospacial (AATIP). "O objetivo da AATIP era investigar as ameaças avançadas de armas aeroespaciais estrangeiras do presente para os próximos 40 anos", explicava a carta.

O mundo ouviu pela primeira vez sobre a AATIP quando as imagens de um encontro entre um caça F/ A-18 Super Hornet e um UFO de formato oval viajando a uma velocidade espantosa foram liberadas. E em 2016, o The New York Times revelou que o programa funcionou de 2007 a 2012 e recebeu 22 milhões de dólares em financiamento anual.

A AATIP dedicou-se a explorar "fenômenos aéreos inexplicáveis" e acredita-se que tenha escrito um relatório de 490 páginas que reuniu os avistamentos de UFOs de todo o mundo. Mas não está claro se o esquema secreto estava investigando alienígenas ou explorando as ameaças apresentadas por potências estrangeiras.

Os documentos mais recentes foram obtidos por Nick Pope, um pesquisador britânico que liderou a mesa de UFOs do Ministério da Defesa. Eles foram enviados ao Comitê de Serviços Armados do Senado e mostram o interesse de pesquisa da AATIP focado em várias tecnologias exóticas. Estes incluíam buracos de minhoca, antigravidade, disfarces de invisibilidade, dobra espacial e armas laser de alta energia.

Pope disse, que "embora essa seja outra peça intrigante do quebra-cabeça, ainda não nos dá uma resposta definitiva para a questão de saber se a AATIP era um programa que olha para as ameaças aeroespaciais da próxima geração, ou se, como foi afirmado, ameaças avançadas de armas aeroespaciais estrangeiras é uma linguagem codificada para UFOs. Talvez a verdade esteja em algum lugar no meio. Que melhor maneira de esconder um programa de UFOs do que incorporá-lo em um programa aeroespacial, olhando para os desconhecidos em paralelo com as ameaças mais convencionais representadas pela próxima geração de aviões, mísseis e drones?"

Antes, uma versão higienizada do anexo da carta, a lista vê como ficção científica em lugares, com suas referências à invisibilidade, antigravidade e dobra espacial. Pope diz que os crentes alegarão que isso prova que o governo sabe que os UFOs são extraterrestres e que nossos cientistas estão tentando entender a tecnologia por trás deles. Os céticos, sem dúvida, vão reclamar que os dólares dos contribuintes foram gastos em estudar conceitos que soam como algo de Harry Potter e Star Trek.

"Tendo executado um programa sobre UFOs no governo do Reino Unido, eu apoio esse tipo de pesquisa exótica. Algumas pessoas podem chamá-lo de ciência marginal, mas considero-o como um trabalho de baixa probabilidade / alto impacto, onde os imensos pagamentos em potencial mais do que justificam a despesa inicial. "De qualquer forma, espero que descubramos mais sobre esse interesse do Congresso, e embora eu aprecie que algumas informações ainda sejam confidenciais, espero que o público possa saber um pouco mais sobre a AATIP, em termos de seu trabalho e suas conclusões", revelou o estudioso.

(Uma visão do UFO detectado pelos pilotos da Força Aérea dos EUA)

No ano passado, uma carta enviada pelo líder da maioria no Senado, Harry Reid, a William Lynn III, vice-secretário de Defesa, foi desclassificada e revelou novos detalhes da exploração pelo governo dos EUA de tecnologias aeroespaciais destrutivas. Embora a correspondência não mencione extraterrestres ou UFOs, parece confirmar que o Senado dos EUA ordenou uma avaliação de ameaças aeroespaciais estrangeiras de longo prazo. Reid disse que estes incluem conceitos extremamente sofisticados dentro do mundo da mecânica quântica, ciência nuclear, teoria eletromagnética, eletrogravidade, anti-gravidade e termodinâmica. Essas tecnologias "têm o potencial de serem usadas com efeitos catastróficos por adversários", alertou o senador Reid em sua carta, obtida pelo Las Vegas Now.

A carta também disse que "muito progresso foi feito com a identificação de várias descobertas relacionadas à indústria aeroespacial altamente sensíveis e não convencionais". "Em última análise, os resultados da AATIP não beneficiarão apenas o governo dos EUA, mas acredito que beneficiem diretamente o Departamento de Defesa de formas não imaginadas", escreveu ele. "O conhecimento tecnológico e a capacidade adquirida fornecerão aos EUA uma vantagem distinta sobre quaisquer ameaças estrangeiras e permitirão que os EUA mantenham sua proeminência como líder mundial."

(Luis Elizondo)

No ano passado, o gerente do programa AATIP, Luis Elizondo, disse acreditar que existe "evidência muito convincente de que talvez não estejamos sozinhos”. Ele também sugeriu recentemente que misteriosos "metamateriais", que podem ter vindo de espaçonaves alienígenas destruídas, estão sendo armazenados pelo governo americano em depósitos especialmente modificados em Las Vegas. O programa AATIP foi fechado em 2012, embora os repórteres do New York Times que expuseram seu trabalho acreditem que ele ainda esteja operacional em alguma capacidade.

Fonte: Metro.co.uk

Tradução: Adriana Barbarelli

Veja Mais:

De Carona com os ÓVNIs apresenta hoje o portal dimensional

Gigante disco de gelo chama a atenção nos Estados Unidos

Há vida na Lua, mas foi a China que acabou de plantar

BBC censura astrofísica que diz que sinais FRBs poderiam ser de ETs

Nova Zelândia recorre ao governo chileno para estudar onda de UFOs no país

Ex-senador quer tornar mais fácil para testemunhas de UFOs se apresentarem

Já está no ar a Edição 264 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2019

Sexo com ETs