DESTAQUE

Polícia inglesa investigou culto de UFOs nos anos 50

Por
30 de Julho de 2015
Os contatados dos anos 50 chamaram a atenção das autoridades
Créditos: Revista UFO

Os anos 50 são considerados a época de ouro dos chamados contatados, sendo que vários deles surgiram nessa época. Na Inglaterra ganhou destaque George King, que alegava manter contatos com um alienígena chamado Aetherius, que se encontrava em órbita de Marte. King também dizia que habitantes de Vênus se encontravam entre nós, alegação muito comum a vários contatados na época. Entretanto, King chamou a atenção das autoridades ao começar a alertar contra a proliferação nuclear, um tema também comum a contatados. Isso fez com que surgissem suspeitas de que ele pretendia impedir a Grâ Bretanha de se tornar uma potência nuclear, e que fosse um agente soviético infiltrado.

A Scotland Yard iniciou então cinco anos de investigação sobre a seita de King, chamada de Aetherius Society e que ainda hoje possui mais de 1.000 membros, analisando seus panfletos e entrevistando quem frequentava suas reuniões na época. Quase ao mesmo tempo King apareceu na televisão inglesa, ao vivo na BBC 2, a fim de apresentar uma mensagem que alegava vir do Setor 6 de Marte. O programa de meia hora, intitulado Marte e Vênus falam com a Terra, mostrou o líder da seita falando a respeito de suas experiências a um psiquiatra, de quem o canal não revelou o nome. Nesse programa de 1959 o psiquiatra também entrevistou o suposto alienígena Aetherius, que alegadamente teria sido incorporado por King durante um transe.

A polícia investigou o jornal Empire News, hoje extinto, a fim de analisar a retórica anti armamentista de King e sua suposta ligação com Moscou. O jornal forneceu cópias do periódico Cosmic Voice, publicado pela seita, no qual se dizia que os alienígenas havia instruído King a parar os testes nucleares. O próprio líder do movimento dizia para seus seguidores que extraterrestres haviam conversado com ele, lhe ensinado yoga e telepatia a fim de que tivesse contato com a nave-mãe. George King parecia exausto após cada transe, e nessa fase alertou seus seguidores para banir a bomba atômica, dizendo que os ETs lhe haviam fornecido a data da Terceira Guerra Mundial.

PEDINDO O FIM DO SIGILO AOS UFOS

crédito: Arquivo
George King em programa da BBC
George King em programa da BBC

A Aetherius Society realizou até mesmo manifestações, como a de Trafalgar Square de agosto de 1959, pedindo o fim do sigilo sobre os UFOs. POliciais já haviam se infiltrado na seita nessa época, e elaboraram diversos relatórios agora tornados públicos graças a Lei de Liberdade de Informações. Os informes detalhavam como a sociedade havia começado com poucos membros, até se tornar o maior grupo metafísico de seu tipo na Inglaterra. Além disso chegou a ter filiais na Austrália, Canadá, África do Sul, Japão e em outros países. A investigação policial terminou no começo dos anos 60, e nenhuma prova do envolvimento de King com o comunismo foi encontrada. Relatórios dizem que a seita se destinava somente a ser um meio de lucro, e George King por fim morreu na Califórnia em 1997. Seus seguidores afirmam que seu estilo de vida era relativamente modesto. Pesquisadores que analisaram o caso atribuem o interesse da polícia à paranóia dos tempos de Guerra Fria, e consultada, a Scotland Yard alegou não ter conhecimento desses fatos.

crédito: David Clarke
Documento sobre a investigação sobre o grupo de King
Documento sobre a investigação sobre o grupo de King

Confira o programa Marte e Vênus falam com a Terra, de 1959

O pesquisador David Clarke analisou a história de George King

Completam-se vinte anos do descobrimento do cometa Hale-Bopp

Aladino Félix, o contatado que queria comandar o mundo

George Adamski, contatado ou mero mistificador?

Alegado cadáver alienígena é humano

Ex-engenheiro aeroespacial alega ter trabalhado na Área 51

Quando a farsa e a manipulação invadem a Ufologia

Pouso de disco voador que não ocorreu em 1980 é tema de documentário

Saiba mais:

Livro: Contatados

crédito: Revista UFO

Afinal, quem são os contatados? Emissários das estrelas, arautos de uma nova era ou a quinta coluna da invasão extraterrestre? Um dos mais fascinantes e polêmicos aspectos do Fenômeno UFO é agora dissecado por um dos mais produtivos ufólogos brasileiros. O historiador Cláudio Tsuyoshi Suenaga, consultor da Revista UFO por mais de 12 anos, apresenta uma retrospectiva de todos os mais importantes casos de contatados da Ufologia Moderna, de George Adamski a Sixto Paz, de Billy Méier a Plínio Bragatto, de Aladino Félix a Claude Vorilhon Räel.

DVD: Em Busca dos UFOs

Já está no ar a Edição 76 da Revista UFO. Aproveite!

Fevereiro de 2014

A busca da compreensão