DESTAQUE

Planos de governos para eventual pouso de UFO não funcionam, revela astrônomo

Por
09 de Novembro de 2018
Ilustração UFO
Créditos: Rafael Amorim/UFO

Os planos de contingências dos governos estão em vigor para um eventual pouso alienígena, afirmou um astrônomo enquanto debatia sobre a possibilidade – ainda não descartada - do objeto interestelar Oumuamua ser uma nave extraterrestre. Porém, seriam, esses planos, realmente efetivos?

Em entrevista à rede LBC, com Eddie Mair, o astrônomo David Whitehouse falava sobre o novo estudo que sugeriu, em uma das possibilidades, que o objeto interestelar Oumuamua pudesse ser uma espaçonave. "Os astrônomos agora acham que podem ter havido muitos desses objetos, talvez até mesmo registrados, passando em nosso sistema solar em outra época e nós não os vimos”, explicou o estudioso.  

Quanto a Oumuamua, Whitehouse diz que não podemos afirmar que seja 100% um asteróide ou um cometa, tampouco concluir, mesmo que tenha uma chance mínima, que não é uma nave espacial .

Inquirido pelo entrevistador sobre planos de contingências que os governos teriam, caso realmente fosse uma espaçonave, o astrônomo revelou: "Sim, para casos de alguma espaçonave entrar na órbita da Terra, eles têm planos. Provavelmente não grandes planos para o que fariam, se um astrônomo com um telescópio, especialmente um radiotelescópio, captasse um sinal vindo de uma estrela distante que indicasse ser artificial de alguma forma. Há planos para lidar com isso, contar às autoridades competentes, como as Nações Unidas, os líderes do mundo, e preparar o caminho para explicar ou divulgar ao público. Porém, todos esses planos cairiam por terra instantaneamente, se alguém detectasse algo, porque eles simplesmente não iriam funcionar".

O astrônomo explica que, por esse motivo, histórias sobre acobertamentos ufológicos são divulgadas a todo instante, como, por exemplo, o acobertamento do pouso lunar da Apollo, mas que isso realmente não funciona. "Os planos não funcionarão, pois será uma história tão importante que todos ficarão sabendo instantaneamente. É certo que algumas pessoas pensarão: o que falamos agora? o que fazemos? Mas se houver alguma chance de contato, quem o fará? O Presidente Trump?", indagou Whitehouse.

Assista a entrevista legendada do astrônomo à LBC aqui:

Fonte: LBC

Colaboração: Canal João Marcelo

Tradução: Tunguska legendas

Cientista de Los Alamos afirma que Bob Lazar era físico da Área 51

Já está no ar a Edição 261 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2018

Nikola Tesla e a Vida Extraterrestre