DESTAQUE

OSNI supostamente encontrado por pesquisadores entre a Suécia e a Finlândia

Por
02 de Agosto de 2011
No topo: imagens feitas com sonar. Logo abaixo, ampliado (azul), o objeto que possuiria 18 m de diâmetro e uma trilha com 300 m (ressaltada em vermelho) que teria deixado
Créditos: Ocean Explorer

A Ocean Explorer alegou ter encontrado uma estranha anomalia a 87 m de profundidade, entre a Suécia e a Finlândia, e as fotos rapidamente se espalharam. Na falta de um nome apropriado, o objeto "marinho" não identificado está sendo descrito por muitos como um UFO [Como não se trata de um objeto "voador", mas sim submerso, os termos corretos são Objeto Submarino Não Identificado ou Objeto Subaquático Não Identificado(OSNI)].

Na imprensa e na Internet, muitos tentam encontrar explicação para o que seria este aparente disco, que teria 18 m de diâmetro e apresentaria uma estranha trilha de 300 m, como se tivesse se locomovido no fundo do mar. A forma, segundo alguns, lembra bastante a da nave Falcon, de Star Wars.

Em um vídeo divulgado no YouTube, a equipe da expedição diz que, em anos de exploração, seu líder Peter Lindberg nunca viu imagens como estas. No entanto, Lindberg e a Ocean Explorer não são caçadores de ETs, UFOs ou afins. Os exploradores buscam restos de embarcações no oceano – em 1997, por exemplo, ganharam fama ao encontrar os destroços de um navio chamado Jonkoping. Dentro dele, havia um carregamento de bebidas valioso: no ano passado, cada garrafa de Heidsick Monopole Gout Americain, safra 1907, foi vendida a 13 mil dólares.

No mesmo vídeo, eles alegam que não têm interesse em descobrir do que se trata o objeto - apenas divulgaram as imagens curiosas que captaram. Os custos da expedição não compensariam uma exploração no local e, segundo eles, "cabe ao mundo decidir o que é isso".

Assista aos vídeos disponíveis:


Nota da Redação UFO: Segundo alguns de nossos consultores e também colaboradores, a notícia parece não ser legítima. Uma expedição que busca e vive de descobertas pelos oceanos, como acima citada, não desconsideraria desta forma tal achado, principalmente pelo inestimável valor e fama que traria aos seus responsáveis. Patrocínio ao custeio operacional, igualmente, seria facilmente encontrado perante uma "descoberta histórica", conforme as fontes consultadas.


Veja também:

UFOs nos oceanos rios e mares do planeta Terra

Ocorrências envolvendo objetos submarinos não identificados

Arquivos da Marinha Russa evidenciam a presença de OSNIs próximos a submarinos e navios militares

O que fariam alienígenas na região das Bahamas segundo Lafayette

Saiba mais na obra OSNIs: O Enigma dos Objetos Submarinos Não Identificados (2008)


Descrição: O mistério dos objetos submarinos não identificados é dissecado nesta obra inédita no Brasil, mostrando que nossos visitantes espaciais nos observam sob as mais variadas circunstâncias. Discos voadores são vistos cada vez com mais freqüência, até mesmo nos grandes centros urbanos e em plena luz do dia. Parece que, ao mesmo tempo em que progridem em suas ações na Terra, os responsáveis pelo fenômeno podem se alojar em locais ocultos, de onde saem para realizar suas tarefas.

Segundo muitos estudiosos, nossos rios, mares e oceanos têm servido de base para várias civilizações extraterrestres, que se estabeleceram nas profundezas abissais para poderem intensificar suas operações em nosso planeta. São milhares os registros de objetos submarinos não identificados entrando e saindo de grandes extensões de água, e centenas os casos de avistamentos destes veículos por tripulações de barcos, navios e até mesmo de submarinos.

OSNIs: O Enigma dos Objetos Submarinos Não Identificados é o primeiro livro brasileiro a tratar deste assunto, e o faz em profundidade, apresentando casos bem documentados e teorias que indicam a possibilidade de existirem bases alienígenas nas profundezas oceânicas. Seu autor é o veterano ufólogo italiano Roberto Pinotti, uma das maiores autoridades mundiais em Ufologia. Pinotti reúne em sua obra todas as teorias que explicam os OSNIs, inclusive sua ação em áreas de constantes sumiços de aviões e embarcações, como o Triângulo das Bermudas. Teriam tantos misteriosos desaparecimentos relação com naves alienígenas operando em nossos oceanos e mares? Você terá a resposta nesta fascinante obra.

O livro também explora o universo dos objetos voadores não identificados, quando observados em regiões de grande incidência, demonstrando que sua atuação na Terra não é aleatória, mas segue um plano estabelecido que vem sendo conduzido por nossos visitantes extraterrestres há décadas. A finalidade desta ação meticulosa de estudo da espécie humana você conhecerá em OSNIs.

Leia gratuitamente o 1º capítulo aqui.

Já está no ar a Edição 175 da Revista UFO. Aproveite!

Março de 2011

Resgatando casos clássicos da Ufologia Brasileira