DESTAQUE

Os humanos teriam desenvolvido um instinto de sobrevivência contra alienígenas

Por
26 de Abril de 2021
Ascough acredita que os alienígenas carregam uma frequência que alerta os nossos instintos de defesa quando próximos.
Créditos: Getty Images/Science Photo Library RF

Em seu novo livro UFOs - The Real Story, Paul Ascough, ex-enfermeiro do exército britânico, tenta dar sentido a toda a vida envolta em mistério, incluindo alienígenas, com base em seus próprios confrontos com o inexplicável. Segundo ele, os humanos podem detectar instantaneamente atividades extraterrestres e paranormais graças a uma frequência especial.

O enfermeiro aposentado do exército britânico e paramédico do NHS afirma que sempre que testemunhamos algo de outro mundo, nossa frequência se cruza com a deles, o que provoca em nós um “terror visceral.” De acordo com Paul Ascough, quem viu ou experimentou uma atividade misteriosa não tem dúvidas de que foi com um ser extraordinário por causa de uma reação interna à sua presença.

Ele disse: “Eu acredito que pode ser bastante plausível que, como seres humanos, tenhamos um instinto de sobrevivência embutido, que nossa própria frequência possa pegar uma frequência ‘alienígena’ e reconhecer em algum nível profundo que não deveríamos estar onde estamos naquele momento. Portanto, sentimos esse terror visceral e medo absoluto porque nossa ‘alma’ pode reconhecer que estamos em perigo, por estar em uma frequência que não ressoa com nosso corpo atual e onde deveríamos estar”, continua.

“Estamos temporariamente nos expondo a uma frequência ou vibração que é mais alta ou mais baixa do que onde ressoamos atualmente”. Tendo investigado o Fenômeno UFO e o paranormal por mais de 50 anos, ele acrescenta que os alienígenas podem usar sua frequência para controlar as reações à sua presença. Depois de avistar um objeto estranho no céu, mas tendo relutado em pegar sua câmera, Ascough se pergunta se sua consciência estava sendo advertida contra a captura de evidências.


O livro de Paul Ascough, onde ele defende a tese de que o contato frequente ao longo dos tempos com seres extraterrestres pode ter criado um mecanismo de defesa e alerta no nosso instinto.
Fonte: Paul Ascough

Ele acrescentou: “Alienígenas podem controlar e projetar uma frequência de ‘medo’, que dissuade qualquer testemunha de ser mais curiosa, e as pessoas irão naturalmente se esquivar de um confronto de medo. Eles fazem seu próprio pequeno universo ao redor da nave. Eles são capazes de manipular a frequência dos arredores imediatos para viajar à vontade para onde quiserem. É incrível como uma via de investigação realmente ajuda a explicar outra e como todas essas peças separadas se juntam em um quebra-cabeça mais completo.”

Em seu novo livro, Ascough explora ainda mais as frequências humanas e alienígenas como parte de uma infinidade de assuntos, desde abduções extraterrestres até o paranormal. Os leitores verão como os assuntos podem se sobrepor e, de acordo com o editor Philip Mantle, não os deixará em dúvida de que encontros verdadeiramente estranhos ocorrem diariamente na Terra.

Fonte

Já está no ar a Edição 281 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2020

Marcados por extraterrestres