DESTAQUE

Os desafios da Ufologia em seus caminhos futuros

Por
26 de Junho de 2020
Colonização de Marte
Créditos: foto divulgação

Os novos rumos da ciência apontam para um aumento exponencial do conhecimento sobre o universo e sobre a dinâmica das viagens espaciais. Estamos cada vez mais perto de ver a exploração de minérios em asteroides e de ver nascer bases e cidades em outros planetas. Como isso afetará a Ufologia?

 Nos idos da década de 50, quando surgiu nos Estados Unidos o movimento dos contatados, todos os extraterrestres que supostamente conversavam com os escolhidos vinham de nosso Sistema Solar. À época o que se sabia sobre o universo além de nosso quintal era muito pouco.

A famosa frase “ a Terra é azul”, imortalizada pelo cosmonauta Yuri Gagarin só foi proferida em 1961, e embora houvesse inúmeras pessoas alegando que haviam saído do planeta e viajado ao espaço em discos voadores, nenhuma delas atestou o simples e disse como nosso planeta se parecia quando visto de fora.

Mas, assim que a informação de Gagarin se tornou pública, os discursos foram atualizados e a Terra que os viajantes dos discos voadores viam de fora se tornou azul.

 

Adaptando conceitos


 
A Terra, azul e redonda, vista do espaço. Crédito: NASA

O mesmo aconteceu com os extraterrestres que vinham do Sistema Solar conforme as sondas enviadas para estudar nosso sistema deixaram claro que não havia civilização em nenhum deles.

O discurso se adaptou e os alienígenas ou passaram a vir de outros sistemas estelares ou se tornaram etéreos, habitando em outras dimensões.

A questão aqui é que a Ufologia se adapta conforme a ciência a municia com informações mais acuradas sobre o universo.

Hoje entendemos muito mais sobre distâncias espaciais, métodos de propulsão, possibilidades físicas para velocidades de dobra e uma série de questões do que as pessoas sabiam nos idos dos anos 40 e 50, quando tudo começou.

E estamos diante de uma nova era de conhecimento sobre o cosmos em geral e sobre planetas em particular que vai nos levar a ampliar muito o que pensamos sobre civilizações alienígenas.

 

O futuro que nos espera

 
Os desafios que nos aguardam. Crédito: Meio Bit

Mesmo em meio a uma pandemia que desacelerou nossas vidas, as missões e projetos espaciais tanto comerciais quanto científicos continuam a todo vapor. Vamos ter muitos lançamentos ainda em 2020 e há outros tantos agendados para 2021 e anos subsequentes.

Nosso conhecimento vai aumentar, nossos parâmetros serão revisados e nossa maneira de olhar para a Ufologia como estudo também será mudada e amadurecida, ainda que muitos não queiram ou não concordem com isso.

O que o futuro nos trará não sabemos. Talvez, conforme nosso conhecimento avance, outros povos nos vejam como capazes de entender a vida no universo e se aproximem mais firmemente de nós. Mas até que isso aconteça, a Ufologia terá tempo para amadurecer seus conceitos e se adaptar aos novos conhecimentos que são sempre trazidos pela ciência.

Lembre-se: questione sempre!

Assista abaixo um video do editor da UFO sobre o questionamento produtivo:

 

Já está no ar a Edição 269 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2019

Como são eles?