DESTAQUE

Olho no céu: Marte mais próximo da Terra e mais um lote de satélites Starlink em órbita

Por
06 de Outubro de 2020
Lançamento do foguete Falcon-9 na manhã de hoje
Créditos: SpaceX

A partir de hoje e pelas próximas duas semanas, há uma grande chance de que haja um aumento no número de relatos de avistamentos de UFOs, pois dois eventos separados e independentes podem gerar muita confusão. Saiba tudo sobre o assunto.

 Na noite de hoje Marte alcançará sua máxima aproximação da Terra, fato que apenas irá se repetir em 2035, portanto é uma ótima oportunidade para se observar o Planeta Vermelho.

E ainda assim, não será seu ponto de maior brilho. Isso acontecerá no dia 13 de outubro, quando Marte estará oposto ao Sol, e receberá toda a carga de luz solar, resplandecendo em vermelho no céu noturno.  A distância entre a Marte e a Terra será de aproximadamente 62 milhões km.

Justamente porque o planeta estaria em sua máxima aproximação este ano é que as agências espaciais lançaram três missões em direção ao nosso vizinho, aproveitando justamente essa proximidade.

A Terra e Marte viajam ao redor do Sol em órbitas elípticas, na mesma direção, mas em velocidades e distâncias diferentes. A cada 780 dias, ou aproximadamente a cada dois anos, Marte e a Terra se alinham e ficam mais próximos um do outro durante esse período. Hoje, o par de planetas fará essa aproximação.

Marte alcançará sua posição máxima no céu por volta de meia-noite, mas poderá ser visto antes disso na direção leste como um ponto de intenso brilho vermelho. Você poderá saber mais sobre o assunto clicando aqui.

 

Space-X

A SpaceX lançou seu 13º lote de satélites Starlink em órbita hoje, terça-feira, 06 de outubro, após um atraso de duas semanas devido ao mau tempo. 

O foguete Falcon 9 de dois estágios decolou do Pad 39A no Kennedy Space Center da NASA às 07h29 (horário de Brasília), transportando um lote completo de 60 satélites Starlink. Aproximadamente nove minutos depois, o primeiro estágio do booster voltou à Terra, pousando em uma plataforma da SpaceX no Oceano Atlântico. 

O lançamento marca a 17ª missão da SpaceX em 2020, e seu 94º voo do Falcon 9. A frota de propulsores da empresa está ocupada este ano, e a empresa com sede na Califórnia alcançou alguns novos marcos, incluindo o lançamento e pouso do mesmo propulsor de primeiro estágio seis vezes. 

O lançamento ocorreu em meio à Semana Espacial Mundial 2020, que comemora o impacto dos satélites na vida cotidiana. Para saber mais sobre o lançamento, por favor clique aqui.

 

Confusões à vista


Planeta Marte Refletido nas águas de um lago. Crédito: Earthsky

Essas duas notícias indicam que há uma grande chance de haver um aumento de avistamentos anômalos nas próximas semanas, tanto em razão do alto brilho de Marte quanto em razão dos Starlink.

Em locais mais escuros, onde a luminosidade artificial excessiva não está presente, Marte deverá aparecer maior e mais intensamente vermelho, levando muitas pessoas a se confundirem.

Da mesma forma, os satélites de Elon Musk que estarão visíveis pelas próximas duas semanas podem causar confusão e ser confundidos com UFOs como já avimos acontecer muitas vezes este ano.

De qualquer forma, se você filmar ou fotografar algo diferente no céu, por favor fale conosco, nós queremos saber.

Já está no ar a Edição 279 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2020

Segredos ufológicos nos corredores do Pentágono