DESTAQUE

O ex-senador Harry Reid diz que o Pentágono o impediu de ver destroços de UFOs

Por
04 de Maio de 2021
O ex-senador Harry Reid teve seu pedido para ver os destroços de UFOs negado pelo Pentágono.
Créditos: The New Yorker

Harry Reid, um senador de Nevada que serviu de 1987 a 2017, disse ao The New Yorker que a empreiteira militar Lockheed Martin tem fragmentos de UFOs em algum lugar em sua posse.

“Disseram-me por décadas que a Lockheed tinha alguns desses materiais recuperados”, disse Harry Reid à revista. Nos últimos anos, UFOs e outros fenômenos aéreos inexplicáveis chamaram a atenção de muitas figuras públicas que dizem que alienígenas existem - ou pelo menos que é razoável suspeitar que sim. Reid, no entanto, acrescentou que nunca obteve autorização para realmente verificar por si mesmo. 

“E tentei obter, pelo que me lembro, uma aprovação secreta do Pentágono para que eu desse uma olhada nas coisas. Eles não aprovaram. Não sei quais eram todos os números, que tipo de classificação era, mas eles não me deram permissão.” Reid tem sido a fonte de uma cobertura da imprensa confabulada que interpretou mal suas declarações para alegar que ele próprio viu os supostos destroços.

E, embora Reid nunca tenha realmente dito isso, ele elaborou para o The New Yorker sobre como os assuntos eram aparentemente muito confidenciais para que ele pudesse aprender mais. Isso apenas enfatiza o fato de que as forças armadas e o governo estão levando o conceito de objetos aéreos não identificados mais a sério do que nunca - sejam eles originários de outro mundo ou de origem terrestre.


A Lockheed Martin, através do pseudônimo Skunk Works, trabalhou em aeronaves que possuiriam tecnologia alienígena, como o F-117 Nighthawk.
Fonte: Skunk Works/Lockheed Martin/U.S.A.F.

“Há pessoas que passaram a vida estudando coisas como Roswell e morreram sem respostas”, disse um ex-funcionário anônimo do Pentágono ao The New Yorker. “Vamos todos morrer sem respostas?” Mas algumas informações sobre UFOs, se houver, podem ser compartilhadas com o público em breve.

A CIA divulgou seus documentos ufológicos desclassificados em janeiro, mas o ex-presidente Trump também ordenou que todas as agências de inteligência dos Estados Unidos compartilhassem o que sabem sobre qualquer fenômeno aéreo inexplicável até junho. Se isso inclui detalhes sobre algum suposto estoque da Lockheed Martin, no entanto, resta saber.

Fonte

Já está no ar a Edição 284 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2021

Biden revelará os segredos dos UFOs?