DESTAQUE

O ex-diretor da CIA, James Woolsey, fala sobre UFOs

Por
06 de Abril de 2021
O ex-diretor da CIA acabou falando sobre UFOs durante entrevista ao The Black Vault.
Créditos: REUTERS

De 05 de fevereiro de 1993 a 10 de janeiro de 1995, Robert James Woolsey chefiou a agência de espionagem mais secreta do mundo. Como diretor da Agência Central de Inteligência (CIA), Woolsey supervisionaria alguns dos segredos mais bem guardados dos Estados Unidos e, ao fazê-lo, provavelmente teria seu dedo no pulso de muitos arquivos classificados. E agora, 25 anos depois de servir nesse cargo, ele se senta com o The Black Vault para uma conversa que acabou culminando em UFOs.

Em fevereiro deste ano, Woolsey lançou um livro com o coautor, Tenente General Ion Mihai Pacepa, um ex-chefe da espionagem romeno que desertou para a América em 1978, intitulado  Operation Dragon: Inside the Kremlin’s Secret War on America [Operação Dragão: Por Dentro da Guerra Secreta do Kremlin na América]. A conversa se concentrou na Guerra Fria, na União Soviética e no assassinato de John Kennedy, sendo esses os tópicos que fizeram com que Woolsey concordasse com uma entrevista em vídeo com John Greenewald Júnior, do The Black Vault. Mas a discussão teve uma reviravolta interessante quando o tópico dos UFOs surgiu.

Embora o plano original fosse fazer apenas uma ou duas perguntas sobre UFOs no final da entrevista, ela se transformou em uma discussão breve, mas fascinante, sobre seu contato com a ufologia. Woosley disse que o assunto sempre foi algo distante de sua realidade e nunca pensou que houvesse alguma coisa concreta nisso tudo. Mas então ele comentou sobre um caso espetacular:

“Houve um caso em que um amigo meu teve sua aeronave paralisada no ar, a cerca de 40.000 pés e não conseguia continuar a pilotá-la normalmente”, Woolsey explicou. “Têm acontecido coisas desse tipo o suficiente nos últimos meses ou anos a ponto de me fazer pensar que há a necessidade de uma investigação”, completou.


James Woolsey respondeu abertamente as questões referentes a UFOs feitas por John Greenewald Júnior. Assista aqui.
Fonte: The Black Vault Originals

Greenewald Júnior segue perguntando se a história de seu amigo seria apenas uma analogia ou se de fato ocorreu: “Conversei com alguém que respeito muito e que disse que houve um evento no qual sua aeronave ‘pausou’ no ar. Basicamente, é tudo o que sei sobre o caso”, respondeu. E com base nisso, o relato o fez alterar seu pensamento sobre o Fenômeno UFO.

Quando indagado sobre se ele sentia que poderiam ser os próprios norte-americanos ou os russos os responsáveis por tais fenômenos, Woolsey respondeu: “Não estive na presença de tais eventos, mas conversei com muitas pessoas que estiveram próximas de aeronaves operando de forma extraordinária, de forma diferente do que as pessoas poderiam esperar. É o mais longe que eu gostaria de ir sobre o assunto!” Ele acredita que devemos estar abertos a novas possibilidades, cuidando com as fraudes. Woolsey considera o caso de seu amigo como legítimo.

“Não sou tão cético quanto era alguns anos atrás, para dizer o mínimo. Mas algo está acontecendo que é surpreendente para uma diversos pilotos experientes”, disse ele. “E nós apenas teremos que ver o que é.” Woolsey finaliza esse tópico dizendo que não devemos ser céticos, nem acreditar em tudo: “Vamos deixar os cientistas e engenheiros examinarem, avaliarem, serem objetivos e verificarem se há algo lá fora que todos gostaríamos de saber.”

Fonte

UFO Recomenda

Já está no ar a Edição 267 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2019

Um metal extraterrestre