DESTAQUE

O ex-agente do Pentágono Luis Elizondo pode concorrer ao Congresso

Por
08 de Junho de 2021
Elizondo acredita que um cargo político o ajudaria a forçar uma divulgação ufológica mais concreta.
Créditos: GettyImages

Luis Elizondo, ex-chefe do programa secreto de Identificação Avançada de Ameaças Aeroespaciais (AATIP) do Pentágono, acredita que o relatório da Força-Tarefa UAP será decepcionante. Portanto, ele pensa em concorrer a uma vaga no Congresso, a fim de fazer uma diferença maior ainda na divulgação clara e honesta dos arquivos ufológicos dos Estados Unidos.

Talvez não haja nome mais associado à divulgação dos UFOs em 2021 do que Luis Elizondo, que aguarda ansiosamente o relatório da Inteligência Nacional sobre o que o governo sabe sobre “fenômenos aéreos não-identificados.” Infelizmente, Elizondo já sabe o suficiente para se preocupar que o relatório seja diluído e não contenha a “verdade.” Portanto, ele anunciou recentemente que quer se tornar o segundo político interessado em UFOs mais conhecido, depois do ex-líder da maioria no Senado, Harry Reid e concorrer ao cargo para fazer o que Reid e outros não puderam - liberar os arquivos ufológicos completos e não editados.

“Se os oficiais de relações públicas do Pentágono, e aqueles que lhes dão ordens continuarem a ofuscar e enganar o povo americano sobre a realidade dos UFOs e o que nosso governo sabe sobre eles, posso não ter escolha a não ser calçar minhas botas e concorrer ao Congresso. Se isso for necessário para divulgar a verdade, é o que farei” disse Elizondo, antecipando que o conteúdo do relatório da Força Tarefa UAP será decepcionante.

O anúncio de que concorreria ao Congresso, que ele fez em uma entrevista para o The Black Vault, foi uma surpresa. Elizondo está furioso porque os e-mails e anexos - agendas, calendários, transcrições etc. - de seu tempo no Pentágono foram destruídos. Essa revelação pode ter transformado Elizondo em um furioso “Incrível Hulk político”, como ele mesmo avisa na entrevista.


Se conseguir uma vaga no Congresso, Elizondo pode se tornar uma pedra mais incômoda ainda no sapato do governo dos Estados Unidos.
Fonte: GettyImages

“Se eu conseguir uma vaga no Congresso, vou garantir que haja total transparência em tudo, não apenas sobre os UFOs, mas em todas as outras porcarias que sei que acontecem por trás dessas portas fechadas. Posso garantir que há elementos no Pentágono agora que não querem um gato como eu no Congresso.” Se o relatório for tão fraco quanto ele espera, Elizondo diz que será uma “falha de inteligência tão grave quanto o 11 de setembro.”

Ele baseia esta avaliação parcialmente no fato de que o Relatório da Comissão do 11 de setembro levou três anos, enquanto o relatório UFO foi concluído em 180 dias. Isso significa que não conterá o que Elizondo tem dito para quem quiser ouvir - que “(...) alguém, de algum lugar, está exibindo tecnologias além da próxima geração em nosso espaço aéreo controlado.” Isso soa como um discurso de campanha. Ele disse ao The Black Vault que se ele for eleito, ele forçará o Congresso e o Pentágono a divulgar “(...) tudo o que pode ser divulgado, sem prejudicar a nossa segurança nacional. Nossos impostos pagaram por respostas. Já é hora de o povo americano começar a pegá-las.”

Fonte

Já está no ar a Edição 284 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2021

Biden revelará os segredos dos UFOs?