DESTAQUE

O desafio de noticiar o mistério que transformou a cidade de Varginha

Por
21 de Outubro de 2019
Ilustração
Créditos: UFO

No dia 20 de janeiro de 1996, o relato de três meninas mudou para sempre a história do pacato município do Sul de Minas. Em um podcast produzido para comemorar os 40 anos da EPTV, jornalistas contam os bastidores e desafios dessa cobertura.

Seria um dia normal na pacata cidade de 100 mil habitantes de Varginha, Minas Gerais, mas o relato de três meninas mudou tudo. Elas disseram que viram um ser estranho, careca, baixinho e de olhos vermelhos, que não parecia deste mundo. Do dia para a noite, pesquisadores e inúmeras testemunhas começaram a elaborar teorias sobre o "ET de Varginha".

Em um podcast produzido para relembrar coberturas marcantes durante os 40 anos da EPTVjornalistas contam os bastidores e desafios de relatar o misterioso caso que transformou para sempre os rumos de um município até então conhecido pela produção de café.

Ouça o podcast da EPTV:

Diretora do programa Revista da TV Rio Sul, afiliada da TV Globo em Resende (RJ), Tereza Freitas era produtora da EPTV Sul de Minas à época e relembra que, no começo, os jornalistas da emissora trataram o caso como brincadeira. Quando a notícia começou a se espalhar, muitos telespectadores ligaram tentando passar trotes e dando detalhes sobre a descrição do "ser misterioso".

"A gente achou que o povo de Varginha estava tendo uma histeria coletiva. Na redação, começaram a anotar no quadro de avisos a descrição do ser misterioso. Pessoas falavam que era peludo, outras gosmento, cada um aumentava um pontinho. De repente, eu lembro que tocou o telefone e era um editor do Fantástico e ele falou: estou indo para aí. Aí todo mundo pensou: é sério mesmo e já começaram encarar de uma outra maneira aquela notícia", conta.

Tereza revela ainda que morava no mesmo bairro onde as meninas teriam visto o ET. No final do dia, quando voltou pra casa, a então produtora foi até o local indicado pelas três garotas, mas não encontrou nada de diferente. "Era um terreno baldio, não tinha nada. Mas depois desse dia, além do relato das meninas, surgiram outras histórias. Muitas pessoas ligavam na redação falando que viam luzes (...). As pessoas relataram também que tiveram contato com o ET no hospital em Varginha", afirma.

A jornalista Margarida Alacoque acompanhou o caso para um jornal impresso que tinha uma sucursal em Varginha. Ela conta que foi até a redação para apurar uma reportagem de chuva e quando ligou no Corpo de Bombeiros ela percebeu que algo diferente tinha acontecido na cidade. "Ele falou: olha, se for para falar de ET é melhor desligar. Ele já me despachou na hora", lembra.

Depois da reação do bombeiro, ela decidiu ir atrás da história e conseguiu contato com as três meninas que afirmaram ter visto o ET. Anos depois, ela fez outras reportagens e se espantou que as garotas nunca mudaram a versão.

Veja entrevista com o editor da Revista UFO A. J. Gevaerd sobre investigações do caso Varginha:

É importante frisar que, no dia 21 de janeiro de 1996, a notícia da captura de dois seres estranhos no dia anterior já circulava nos meios da Polícia Militar de Minas Gerais e entre os bombeiros. Tanto é que na manhã do dia 21, por volta de 8h, quando entrava para trabalhar, um bombeiro relatou aos pesquisadores que chegou um carro da polícia querendo saber que bicho estranho eles haviam pego no dia anterior, ao que ele respondeu: "Não estou sabendo de nada, estou entrando agora no serviço."

Até hoje, pessoas se negam a falar e afirmam que foram pressionadas e intimidadas, como um funcionário do hospital regional que diz ter visto o Exército agindo, viu alas isoladas, contou o que sabia, mas sumiu após ter combinado um encontro para dar mais detalhes da história aos pesquisadores do caso.

Lote em que Kátia e as irmãs Liliane e Valquíria viram a criatura, agachada junto a um muro, está à venda por R$ 200 mil. O imóvel tem área de 250 m² e na descrição consta: "Local onde apareceu o ET de Varginha".  Veja vídeo do pesquisador do Caso Varginha, João Marcelo Rios, sobre sua recente visita à cidade:

 Fonte: G1, Canal João Marcelo, EPTV

Entenda o momento ufológico

Reconhecimento de UFOS

O perigo da tecnologia é a causa de manter contato secreto com aliens

Alerta para iminente revelação UFO

Um evento vai debater essas revelações 

Nick Pope, Stephen Bassett e A. J. Gevaerd estão à frente do maior evento sobre Ufologia que já se planejou no país, que ocorrerá em novembro em Recife (dia 16), Porto Alegre (19), São Paulo (21) e Curitiba (23). Trata-se do UFO Summit Brazil 2019, que pretende reunir mais de 3 mil pessoas em todas estas cidades para apresentar as novas e recorrentes revelações americanas e outras, inclusive brasileiras, confirmando a existência de discos voadores em ação na Terra.

UFO Summit Brazil 2019 
Conferencistas: A. J. Gevaerd, Nick Pope e Stephen Bassett
Ingressos: www.ufosummit.com.br
Valores: A partir de R$ 12
0


www.ufosummit.com.br

Para cadastramento de imprensa, clique aqui.

Já está no ar a Edição 273 da Revista UFO. Aproveite!

Outubro de 2019

Portais Dimensionais

UPDATED CACHE