DESTAQUE

Novos sarcófagos intactos são desenterrados no Egito, em uma vasta necrópole ao sul do Cairo

Por
22 de Setembro de 2020
Pirâmides de Gizé, no Egito
Créditos: Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito

Conforme noticiamos aqui, uma grande tumba subterrânea foi descoberta próxima ao Cairo, com sarcófagos e artefatos intactos. Agora, a descoberta aumentou e há muito mais a ser escavado.

 A tumba subterrânea descoberta perto da famosa Pirâmide Escalonada de Djoser em Saqqara, continua a revelar os segredos ali ocultos há vários milênios.

Além de os 13 caixões foram encontrados no início deste mês em um poço recém-descoberto agora mais 14 foram encontrados na semana passada, em outro poço. Os sarcófagos permaneceram fechados desde que foram enterrados há mais de 2.500 anos

Imagens compartilhadas pelo ministério mostraram sarcófagos coloridos decorados com antigos hieróglifos egípcios, bem como outros artefatos que o ministério disse terem sido encontrados nos dois poços.

O planalto de Saqqara hospedava pelo menos 11 pirâmides, incluindo a Pirâmide Escalonada, junto com centenas de tumbas de antigos oficiais, desde a 1ª Dinastia (2.920 aC-2.770 a.C.) até o período copta (395-642).

 

Objetos intocados e segredos milenares


Uma das peças incrivelmente preservadas descobertas na temba.
Crédito: Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito

Os arqueólogos ainda estão trabalhando para determinar a origem dos caixões, disse Neveine el-Arif, porta-voz do Ministério do Turismo e Antiguidades, acrescentando que mais detalhes e "segredos" provavelmente serão anunciados no próximo mês.

Nos últimos anos, o Egito tem promovido achados arqueológicos para a mídia internacional e diplomatas, em um esforço para reviver seu principal setor de turismo, atraindo mais pessoas para o país.

El-Arif disse que mais escavações estão em andamento na necrópole e que mais caixões devem ser encontrados. No ano passado, os arqueólogos encontraram um esconderijo em Saqqara que incluía centenas de animais mumificados, pássaros e crocodilos, bem como dois filhotes de leão mumificados.

O planalto de Saqqara faz parte da necrópole da antiga cidade egípcia de Memphis, que também inclui Abu Sir, Dahshur e Abu Ruwaysh e as famosas Pirâmides de Gizé. 


Objetos encontrados na tumba. Crédito: Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito

As ruínas de Memphis foram consideradas Patrimônio Mundial da UNESCO na década de 1970. Em outubro de 2019, os arqueólogos desenterraram 30 caixões de madeira antigos com inscrições e pinturas na cidade de Luxor, no sul.

Os caixões de Luxor foram removidos para serem exibidos no Grande Museu Egípcio, que o Egito está construindo perto das Pirâmides de Gizé.

O principal setor de turismo do Egito sofreu com os anos de turbulência política e violência após a revolta de 2011 que derrubou o autocrata Hosni Mubarak, e levou outro golpe este ano pela pandemia global de coronavírus.

Fonte: Mystery Wire

Assista abaixo um documentário sobre o Egito Antigo:

Já está no ar a Edição 279 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2020

Segredos ufológicos nos corredores do Pentágono