DESTAQUE

Novo livro traz impressionantes revelações sobre a queda de um UFO em Roswell

Por
08 de Abril de 2016
Roswell: Novas Revelações, nova obra da Coleção Biblioteca UFO
Créditos: Revista UFO

O Caso Roswell, acontecido no início de julho de 1947, é até hoje a mais famosa ocorrência de queda de um objeto voador não identificado em todo o mundo. A própria pesquisa ufológica oficial tem seu início reconhecido na data de 24 de junho de 1947, quando o piloto civil Kenneth Arnold avistou um grupo de nove objetos desconhecidos voando sobre o Monte Rainier. Conhecedor da região, ele calculou o tempo gasto pelos objetos para voar entre o Rainier e o Monte Adams, chegando à conclusão de que se deslocavam a mais de 1.600 km/h, velocidade que nenhum avião da época podia alcançar. Graças à sua descrição um jornalista cunhou o termo disco voador e seguiram-se semanas de muitos outros relatos de avistamentos, em uma das maiores ondas ufológicas de que se tem notícia.

Em meio a esse frenesi, surgiu no início de julho a espetacular notícia de que o Exército Norte-Americano havia capturado um disco voador, que teria caído nas proximidades de Roswell, Novo México. Conforme narra Donald Schmitt no mais novo lançamento da Coleção Biblioteca UFO, Roswell: Novas Revelações: "Em julho de 1947, durante uma tempestade severa, uma espaçonave de origem desconhecida caiu em uma região do deserto, no sudoeste do Estado do Novo México, a mais ou menos 53 km da pequena cidade de Corona. Dois dias depois, um capataz chamado William Ware “Mack” Brazel, encontrou os estranhos restos da nave, e também “algo mais”, enquanto percorria o terreno do Rancho Foster".

Don Schmitt prossegue: "Aconselhado por amigos e familiares que o incentivaram a procurar uma recompensa financeira por seus achados, além de estar preocupado com as ovelhas do rancho e de precisar contratar alguém que recolhesse a grande quantidade de destroços do local, Brazel dirigiu 120 km até a cidade de Roswell para mostrar seu achado às autoridades e à imprensa. O jornal The Roswell Daily Record alegou, em uma matéria de primeira página alguns dias depois, que um disco voador havia sido “capturado” pelo Campo Aéreo do Exército de Roswell, em consequência dos achados relatados pelo homem". Porém, logo as autoridades entrariam em cena, iniciando um elaborado processo de abafamento e acobertamento dos fatos que ainda hoje, quase 70 anos depois, impede que a maior parte das informações conhecidas por uma pequena elite de agentes governamentais e militares de muitos países cheguem ao conhecimento do público.

crédito: Arquivo Revista UFO
Donald Schmitt
Donald Schmitt

NOVAS INFORMAÇÕES SOBRE UM DOS MAIORES CASOS DA UFOLOGIA MUNDIAL

Donald Raymond Schmitt é reconhecido como um dos maiores especialistas no Caso Roswell em todo o mundo. Formado em artes pela Madison Area Technical College, no Wisconsin, ele também estudou justiça criminal. Autor de vários livros, é também presença frequente em vários documentários e programas de TV, e chegou a ser diretor de investigações especiais do Center for UFO Studies (CUFOS), fundado pelo pioneiro saudoso pioneiro da Ufologia Mundial J. Allen Hynek. Entre as espantosas revelações contidas nas 253 páginas de Roswell: Novas Revelações, algumas surgem já no prefácio, assinado por Nathan A. Twining Júnior, ninguém menos que o filho do general de quatro estrelas Nathan F. Twining, em 1947 chefe do Comando Aéreo de Materiais, com sede em Wright Field, depois transformado na Base Aérea de Wright-Patterson. Nathan Jr. conta como, em 07 de julho de 1947 seu pai mudou o itinerário de uma viagem, deslocando-se apressadamente para o Campo Aéreo do Exército em Alamogordo, no Novo México.

crédito: Arquivo
Manchete do Roswell Daily Record, logo desmentida; começava a política de acobertamento de informações
Manchete do Roswell Daily Record, logo desmentida; começava a política de acobertamento de informações

Escreve Nathan Twinning Jr.: "Que ele realmente correu para o Novo México um dia depois de um fazendeiro relatar a queda de um objeto desconhecido. Não há relatos de quaisquer outros incidentes que tenham ocorrido no Novo México naquela época e meu pai nunca teria exagerado sobre a mera recuperação de um balão meteorológico. Seria ridículo sugerir que ele demorou cinco dias por lá, apenas para tomar uma decisão tão simples. Papai sabia a verdade e ninguém era melhor em guardar segredos, mesmo de sua família". Don Schmitt narra diversas outras passagens impressionantes acerca do caso de queda de UFO mais conhecido da história da Ufologia, que foi o principal motivo para a implantação da política global de acobertamento de informações que persiste até hoje. Roswell: Novas Revelações, mais novo sucesso da Coleção Biblioteca UFO, vai a fundo na questão e expõe todas as suas características com clareza, após décadas de pesquisas do autor e centenas de depoimentos colhidos por ele de testemunhas civis e militares.

Clique na imagem para conhecer e adquirir Roswell: Novas Revelações:

crédito: Revista UFO
Roswell: Novas Revelações
Roswell: Novas Revelações

24 de junho, Dia Mundial dos Discos Voadores

Slides de Roswell: caso encerrado

Donald Schmitt: Expedição ao local da queda em Roswell busca encontrar novos fragmentos da nave

O que há de verdadeiro e o que é lenda sobre o Caso Roswell?

Já está no ar a Edição 229 da Revista UFO. Aproveite!

Dezembro de 2015

Sim, eles também falham e caem