DESTAQUE

Novo documentário ufológico será gravado no RS e você pode ser protagonista

Por
23 de Setembro de 2019
Minas do Camaquã
Créditos: GaúchaZH

Um novo projeto chamado Alien Doc Experience vai levar você aos principais hot spots do país, locais que concentram as maiores incidências do Fenômeno UFO. E dessa vez será Caçapava do Sul, nas Minas do Camaquã, no Rio Grande Sul, nos dias 03 a 06 de outubro de 2019. Uma viagem que une pesquisa de campo ufológica, turismo ufológico e a realização de um mini–documentário que será gravado durante a viagem. Todos os participantes serão protagonistas nesta aventura que terá palestras, entrevistas com testemunhas, vigílias e visita aos locais de avistamentos.

Alien Doc Experience

Fizemos um bate-papo com Fred Morsch, o mochileiro ufológico apresentador e autor da série “De Carona com os ÓVNIs” (History) que idealizou o projeto Alien Doc Experience. Confira abaixo:

Fred, como vai ser o evento Alien Doc Experience?

Vamos fazer uma imersão em ufologia. É uma pesquisa de campo in loco num dos principais hot spots do país. Caçapava do Sul e Minas do Camaquã no Rio Grande do Sul. Vamos orientar os participantes de como se faz esta pesquisa seguindo todos os protocolos de uma pesquisa científica ufológica, indo aos principais pontos de avistamentos da região, entrevistando as testemunhas,  realizando vigílias, e ainda teremos palestras sobre o assunto. Além de tudo isso a realização de um documentário reality/factual com a participação desses 15 inscritos. O Alien Doc Experience, vai ser uma experiência inédita para os 15 participantes que se inscreverem., acredito que é um evento que nunca foi feito antes no mundo.

E o documentário, como será?

É importante dizer que estas 15 pessoas participarão do documentário dando depoimentos, além de obviamente estarem vivenciando todas estas experiências e também estarem adquirindo conhecimentos de como se faz um documentário já que elas estarão no set o tempo inteiro. Tudo se mistura. E como todo doc factual, não sabemos o que poderá acontecer. Na última vez que estivemos em Minas do Camaquã na gravação da série “De Carona com os Óvnis” gravamos um objeto voador não identificado, que está no episódio, desta série do canal History. Certamente estaremos preparados se algo acontecer novamente.

Quem estará participando da equipe de vocês?

Eu irei apresentar e vou dirigir o documentário juntamente  o Eduardo Cabeda, diretor e roteirista da série “De Carona com os Óvnis” . Vamos trazer um dos principais pesquisadores de campo da atualidade, o ufólogo de Sorocaba Marco Aurélio Leal que será o facilitador desta experiência junto comigo. Marcão trará além de toda sua experiência em pesquisa de campo, novidades sobre o famoso Caso Varginha, objeto de sua mais recente pesquisa que está realizando ao lado do ufólogo João Marcelo. Teremos a participação do geólogo e ufólogo, pesquisador da região o Professor Elver Teixeira quer trará todo o seu conhecimento  e suas pesquisas realizadas durante anos na região. Fotos, vídeos e provas de que neste lugar, há sim,  uma grande manifestação do fenômeno.

Mais alguém?

Sim, a testemunha e pesquisadora, Guacira Pavão fará um bate-papo com os participantes sobre Minas do Camaquã e as experiências que tem vivenciado na região durante anos. Guacira era funcionária da CBC, companhia de mineração que funcionava no local na época, e que agora é o local onde funciona sua pousada na qual vamos nos hospedar durante a viagem. Teremos ainda a participação de pessoas da região que estiveram frente a frente com o fenômeno, e que irão dar seus relatos a todos os participantes num determinado momento da viagem.

É uma imersão mesmo, então? Como será isso?

Sim vamos respirar ufologia, vamos trocar conhecimentos e vamos depois mostrar ao grande público tudo o que aconteceu. O documentário será exibido no meu canal no youtube que será lançado em breve e ainda  teremos mais algumas surpresinhas...

 

Hot spot Minas do Camaquã

Até o século XVIII, o território atualmente ocupado pelo município de Caçapava do Sul era habitado pelos índios charruas. Nessa época, no lugar de uma aldeia charrua localizada numa clareira da floresta, foi criado um acampamento militar.

Em 1777, esse acampamento militar passou a ser denominado "Paragem de Cassapava", em 1800 a pedido dos moradores, que clamavam por atendimento religioso Caçapava passou a ser curato, e como Padroeira do mesmo Nossa Senhora da Assunção, assim passando a ser chamada de Curato de Nossa Senhora da Assumpção de Cassapaba.

Localizada num ponto chave entre as batalhas que se sucederam no Rio Grande do Sul, Caçapava do Sul notabilizou-se na luta por seus ideais de liberdade e justiça. Pela bravura de seus habitantes, conquistou o título de 2ª Capital Farroupilha de 1839 a 1840.

O povoado foi elevado à categoria de Vila ao se emancipar em 25 de outubro de 1831 e tornou-se Cidade em 9 de dezembro de 1885. A exploração das minas subterrâneas pela CBC ocorreu até 1974. 

Na década de 80, o governo federal assumiu a exploração, com jazidas a céu aberto, encerrando-se em 1996. O acesso à localidade se dá somente por estradas de terra. Caçapava do Sul também foi considerada, entre as décadas de 1940 e 1990, durante o auge da mineração de cobre na região, a "Capital Brasileira do Cobre" Minas do Camaquã é um povoado situado no 3º distrito de Caçapava do Sul, no sudoeste do Rio Grande do Sul. Conta com cerca de 450 habitantes fixos.

Surgiu em 1865, com a descoberta de jazidas de cobre, que foram exploradas por vários empresários ao longo das décadas. Em 1910, as minas foram desativadas. Em 1942, após 32 anos desativadas, a Companhia Brasileira do Cobre (CBC), comandada por Francisco Matarazzo Pignatari, iniciou a exploração de cobre no local. Pignatari foi o grande idealizador de toda a vila que se formou em Minas do Camaquã. No auge da exploração, a vila chegou a ter 5.000 habitantes.  


Turismo ufológico

Nos céus de Caçapava do Sul, a incidência de objetos voadores é frequente, com momentos de numerosos avistamentos, chamadas de ondas ufológicas. Todo o município é cercado de relatos, inclusive no perímetro urbano.

Estes locais “coincidentemente” estão sobre grandes fraturas geológicas, onde são registradas anomalias gravimétricas e magnetométricas. A riqueza ufológica do município é grande, por isso vale a pena conhecer e interagir com moradores para certificar-se das várias ocorrências.

 

    

A distância entre Porto Alegre e Minas do Camaquã é de 301, 2 KM , via BR 290, portanto o  tempo estimado da viagem é de 6 horas, com uma parada para lanche. O transporte será feito por duas vans que estarão disponíveis durante toda a viagem. A hospedagem e a alimentação serão realizadas na Pousada Bella Mina em Minas do Camaquã, bem como as palestras com apresentação de vídeos e fotos de avistamentos ocorridos nos locais das vigílias.

Facilitadores

Os facilitadores dessa aventura serão Fred Morsch, o mochileiro ufológico apresentador e autor da série “De Carona com os ÓVNIs” (History), ufólogo, diretor e produtor de séries e documentários e Marco Aurélio Leal - ufólogo membro da CBU - (Comissão Brasileira de Ufólogos), colaborador da Revista UFO, palestrante e coordenador do Grupo GEPUS de Pesquisas Ufológicas de Sorocaba (SP), também Consultor de ufologia da série “De Carona com os Óvnis” e do filme “701” do diretor americano James Fox.

Haverá ainda participação especial do Professor Élver Teixeira, ufólogo e geólogo, pesquisador da região e coordenador do Grupo Ufológico de Caçapava do Sul e de Guacira Pavão, estudiosa dos fenômenos da região, proprietária da Pousada Bella Mina e testemunha de fenômenos ufológicos acontecidos na região.

As informações pode ser obtidas através do whatsapp -  (51) 98943 6942, e as inscrições podem ser feitas através da agência de viagem oficial do evento,  que facilitará a compra de passagens via aérea até Porto Alegre. Agência AMERICAN TUR: (51) 3115.9900 e (51) 9615.1053 com Priscila ou Rosane. Saiba mais detalhes pelo Facebook e Instagram nas contas @aliendocexperience

Já está no ar a Edição 272 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2019

ETs em nossos dormitórios