DESTAQUE

Novo arquivo ufológico é obtido pelo grupo Cefora

Por
09 de Maio de 2017
O Incidente Necochea é um exemplo de avistamento de UFOs em rodovias
Créditos: Arquivo

O investigador argentino Roberto Banchs, atendendo a uma solicitação do grupo Cefora, que realiza uma campanha para a liberação de documentos ufológicos do governo e Forças Armadas da Argentina, publicou no Facebook vários papéis importantes. Tornados públicos pela primeira vez, esses arquivos que estavam sob sua guarda descrevem um famoso incidente argentino, ocorrido em 29 de agosto de 1962 em Necochea, província de Buenos Aires.

O caso se tornou público com sua publicação em Ecos Diarios, veículo da Marinha Argentina, e foi investigado pelo capitão Omar Pagani. A ocorrência se deu quando o senhor Osman Alberto Simonini dirigia um caminhão Chevrolet 1957 à noite, saindo de La Dulce e percorrendo a estrada que liga Juarez a Necochea. Na altura do quilômetro 28 da estrada, as 20h10, ele observou uma luz que parecia segui-lo O objeto finalmente emparelhou com ele, a uma distância de 3 metros de seu veículo e a 2 metros de altura. O UFO tinha o formato de dois pratos unidos, cor azulada e diâmetro aproximado de 5 metros.

Da parte inferior do objeto saía um raio de cores azul e vermelha, e Simonini foi acompanhado por cerca de 200 m, e reparou que ao lado do UFO as plantas do pasto se agitavam, como se movidas pela propulsão do objeto. O UFO então se adiantou velozmente uns 600 m e virou violentamente em ângulo reto, parando sobre um canteiro ao lado da estrada. O objeto se manteve a um metro de altura, e o motorista estacionou e desceu do caminhão, aproximando-se da cerca que separava o canteiro da estrada. Colocou as mãos no arame da cerca e percebeu que estava quente. Avançou alguns metros e descobriu que em outro ponto o metal estava frio. Dois minutos depois o UFO partiu em alta velocidade e desapareceu no céu.

NOTAS OFICIAIS

crédito: Cefora
Croqui do incidente em Necochea
Croqui do incidente em Necochea

Osman Simonini relatou seu caso ao Comissário de Fronteira, à Delegação da Polícia Federal e a oficiais da Força Aérea de Mar del Plata. O autor do documento, Juan José La Terza, afirma em certo ponto: "Os oficiais especialistas nestes estudos afirmaram que o caso não tem nada de extraordinário, que se tratava de um fato real já aceito pelo mundo científico, e que este se encontra a espera de uma próxima etapa, a comunicação com esses artefatos". O pesquisador Guillermo Gimenez, também membro do Cefora, esteve com La Terza e confirmou os fatos, além de elaborar um completo artigo sobre o Caso Necochea publicado no site Visionovni, disponibilizado abaixo.

Confira imagens do documento no site do Cefora

Descrição do incidente em Necochea em 1962

Onda ufológica Argentina em 2009

Força Aérea Argentina explica avistamentos de UFOs

Dois casos envolvendo pilotos e UFOs na Argentina em 1974

Grupo Cefora consegue na Argentina nova liberação de documentos

A história do envolvimento da Marinha Argentina com UFOs

Pilotos têm encontro com UFO em Rio Grande, Argentina

Saiba mais:

Livro: UFOs na Antártida

crédito: Revista UFO
UFOs na Antártida
UFOs na Antártida

O lugar mais inóspito e longínquo da Terra, que impõe as mais terríveis condições para quem nele ousa se aventurar, é mais um dos pontos do planeta que não passa desapercebido das curiosas inteligências alienígenas que nos visitam há milênios. É na totalmente desabitada Antártida onde se registram casos ufológicos fantásticos e de rica variedade. UFOs na Antártida, do veterano ufólogo argentino Rubén Morales, faz um levantamento minucioso de todas as principais ocorrências ufológicas no Continente Branco, com consulta a documentos oficiais desclassificados de várias nações, entrevistas diretas com seus protagonistas e uma meticulosa análise dos dados, em uma proposta inédita e seu resultado é impressionante.

DVD: Eles Estão Entre Nós

Já está no ar a Edição 215 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2014

O valor dos casos clássicos