DESTAQUE

Novo agroglifo surge em Ipuaçu neste sábado mas é destruído

Por
05 de Novembro de 2016
O primeiro agroglifo de 2016 em Ipuaçu foi registrado antes de ser destruído; confira abaixo a galeria de fotos
Créditos: Marcelo Franzosi

Como vem sendo habitual desde 2008, sempre entre o final de outubro e começo de novembro surgem os agroglifos na pequena cidade de Ipuaçu, oeste do estado de Santa Catarina. Neste ano não foi diferente, e a Revista UFO foi informada por seu contato na região, o empresário Marcelo Franzosi, a respeito do surgimento de um sinal em uma plantação de trigo. O agroglifo foi encontrado a pouco mais de 1,5 km do centro de Ipuaçu, nas coordenadas 26°37'09.1"S e 52°27'03.6"W. Franzosi também encaminhou as fotos que acompanham este texto.

A Revista UFO também recebeu informações por parte de outros moradores do município. Além disso, a Rádio Clube, da cidade vizinha de São Domingos, noticiou o fato em seu site (confira nos links abaixo). Franzosi esteve no local nesta manhã, e observou que se tratava de um anel de mais de 50 metros de diâmetro, dentro do qual havia um triângulo circunscrito e, dentro deste, outro anel. Essa descrição, além das fotos, foram a base para o croqui elaborado peplo coeditor da Revista UFO Toni Inajar Kurowski, que também acompanha esta matéria.

O agroglifo sem dúvida se mostrou de complexidade inferior ao de Prudentópolis, descoberto em 27 de setembro último, e cujos impressionantes resultados das análises de suas amostras podem ser conferidos nos links abaixo. A análise das fotos encaminhadas por Franzosi e outros mostram que a figura apresenta as mesmas características que os demais agroglifos já descobertos em Ipuaçu, no oeste catarinense, assim como os de Prudentópolis de 2015 e deste ano, como a precisão das dobras das plantas que não pode ser explicada por causas naturais ou ação humana.

crédito: Toni Inajar Kurowski
Croqui do agroglifo surgido em Ipuaçu
Croqui do agroglifo surgido em Ipuaçu

DESTRUIÇÃO DO AGROGLIFO


Lamentavelmente o proprietário das terras onde surgiu o agroglifo, senhor Kiko Aléssio, ordeou a imediata destruição do desenho com um trator. Em suas terras já haviam surgido os agroglifos de 2009 e de 2014, e neste último caso o senhor Aléssio também ordenou que um funcionário desmanchasse as figuras com um trator. Entretanto a Revista UFO, como sempre realizando a investigação de campo dos agroglifos desde seu surgimento, em 2008, conseguiu registrar um dos sinais de 2014 com auxílio de um drone. A Ufologia Brasileira lamenta a atitude do senhor Kiko Aléssio, sob a alegação de receio de que a presença de curiosos danifique a lavoura, que impede que mais registros e uma investigação aprofundada desse intrigante fenômeno seja realizada. O editor da Revista UFO, A. J. Gevaerd, se encontra no Peru participando de um congresso ufológico e retorna no domingo ao Brasil, devendo se dirigir a Ipuaçu na próxima segunda-feira para investigar. Brevemente publicaremos mais informações sobre a onda de agroglifos no Brasil em 2016.

Confira a reportagem da Rádio Clube sobre o novo agroglifo

Agroglifos serão debatidos em painel especial no Fórum Mundial de Ufologia

Agroglifo de Prudentópolis exibe características inexplicáveis de acordo com os cientistas

Confira o vídeo de A J. Gevaerd explicando as descobertas

Leia o relatório sobre a pesquisa de campo do agroglifo

Laudo do agroglifo de Prudentópolis

Relatório fotográfico de Douglas Albrecht

Relatório do solo de Douglas Albrecht

Relatório microbiológico de Fernando Moreira

Confira um vídeo com o sobrevoo do agroglifo e as conclusões da investigação

Agroglifos em Santa Catarina foram registrados antes de sua destruição

Saem as imagens aéreas do agroglifo de Santa Catarina

Fenômeno dos agroglifos se intensifica no Brasil

Sai o laudo dos agroglifos de Santa Catarina

Saiba mais:

Livro: O Mistério dos Círculos Ingleses

crédito: Revista UFO
O Mistério dos Círculos Ingleses
O Mistério dos Círculos Ingleses

Há mais de 20 anos, plantações da Inglaterra e de outros países têm sido alvos de um estranho fenômeno. Desenhos inexplicáveis e cada vez mais complexos surgem misteriosamente em campos de trigo, cevada, canola, arroz e de outros cereais. Seu autor, Wallacy Albino, é o maior especialista nacional sobre o tema e presidente do Grupo de Estudos Ufológicos da Baixada Santista (GEUBS). O livro, rico em ilustrações, traz informações atualizadas sobre esse que é considerado o maior enigma da atualidade.

DVD: Pacote Misteriosos Agroglifos

Já está no ar a Edição 161 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2010

Eles estão de volta, e ainda mais desafiadores

UPDATED CACHE