DESTAQUE

Novas teorias apontam a manipulação militar do Caso Roswell

Por
05 de Janeiro de 2017
Cada vez se questiona o que realmente aconteceu em Roswell, em julho de 1947
Créditos: Revista UFO

O Caso Roswell, ocorrido em julho de 1947, permanece como a mais famosa ocorrência ufológica do mundo, influenciando a Ufologia de vários países até hoje. Contudo, tem sido cada vez mais questionado, diante de certas incoerências nos relatos das testemunhas e outras incongruências apontadas por vários pesquisadores. Uma das questões é o questionamento de por que, nas primeiras notícias a respeito, os militares afirmaram ter capturado um disco voador.

Um dos aspectos mais interessantes é que ufólogos e céticos concordam que o Major Jesse Marcel foi acompanhado de dois agentes de contrainteligência até a propriedade onde os destroços do objeto foram encontrados. Todos concordam igualmente que Marcel informou se tratar de um disco voador e aqui cabe o parênteses de que os textos em inglês a respeito afirmam ter o Major informado um "flying saucer", e os militares depois divulgaram a captura de um "flying disc". Ufólogos e céticos concordam com a proliferação de testemunhas cujas histórias logo revelaram ser inconsistentes entre si.

Vale lembrar que Roswell motivou o surgimento de uma verdadeira indústria, tanto na própria Ufologia quanto na cultura pop. Até hoje a Ufologia Mundial defende que a política mundial de acobertamento teve início com esse famoso incidente. Entretanto, muitos pesquisadores estão apontando o fato de que relatos virais tiveram início muito antes da era da internet. Basta lembrar que, menos de dez anos antes de Roswell, Orson Welles tornou-se mundialmente famoso devido à adaptação radiofônica do livro A Guerra dos Mundos, de H. G. Wells, veiculada na rádio CBS em 30 de outubro de 1938. De fato, o número de ouvintes do programa não foi grande, mas sua divulgação pela imprensa depois foi o que colocou devidamente o episódio no imaginário popular.

MANIPULAÇÃO MILITAR

crédito: Arquivo
A famosa capa de jornal, depois desmentida pelos militares
A famosa capa de jornal, depois desmentida pelos militares

Alguns pesquisadores lembram que praticamente a mesma coisa aconteceu um pouco antes de Roswell, em 24 de junho de 1947, quando do avistamento de Kenneth Arnold. Imediatamente, devido à enorme divulgação na imprensa, o caso tornou-se famoso e marco inicial da Era Moderna dos Discos Voadores, sendo seguido por uma gigantesca onda de observações de UFOs por todo o território dos Estados Unidos. O mundo havia acabado de sair da Segunda Guerra Mundial e o perigo de uma confrontação com a União Soviética se mostrava cada vez mais real. Em um ambiente de paranoia, histórias como essas sem dúvida se espalham muito mais depressa. E, a um tempo em que novos e revolucionários tipos de aeronaves estavam sendo testados em segredo, os militares depressa se deram conta de que os relatos de UFOs poderiam ser convenientes para seus propósitos.

Muitos pesquisadores agora defendem que, nos grotões no interior do país, vários dos avistamentos de UFOs da época poderiam se tratar na verdade de testes das novas tecnologias aeronáuticas. Sem dúvida seria muito conveniente para os militares que, diante do acidente com uma dessas novas e revolucionárias armas, a imprensa sensacionalista fosse atraída no lugar de espiões soviéticos. Assim, para os militares, seria incomparavelmente mais fácil publicar relatórios desmistificando histórias de discos voadores e seres extraterrestres, do que explicar as novas tecnologias aeronáuticas que vinham desenvolvendo em segredo, gastando muito dinheiro na época pós-guerra, quando o país ainda se recuperava. Mais e mais o Caso Roswell tem sido questionado e esse fenômeno deverá se intensificar até seu aniversário de 70 anos.

Confira um documentário sobre o Caso Roswell

Assista ao filme O Caso Roswell, dramatização do incidente de 1947

Os 73 anos de A Guerra dos Mundos

Transmissão histórica de A Guerra dos Mundos completa 75 anos

Lançada edição de A Guerra dos Mundos com ilustrações de artista brasileiro

Uma mensagem para o 24 de Junho, Dia Mundial dos Discos Voadores

O que há de verdadeiro e o que é lenda sobre o Caso Roswell?

Slides de Roswell: caso encerrado

Historiador da NASA afirma que provas de inteligência extraterrestre existem

Documentos vazados comprovam negociações sobre UFOs na ONU em 1978

Saiba mais:

Livro: Roswell: Novas Revelações

crédito: Revista UFO
Roswell: Novas Revelações
Roswell: Novas Revelações

O caso ufológico que dá origem a este livro é o mesmo que serviu de pretexto, quase sete décadas atrás, para a implantação da política governamental de acobertamento da presença alienígena na Terra. Foi imediatamente após a queda de um disco voador na cidade de Roswell, no meio do Deserto do Nevada, que as autoridades norte-americanas tomaram conhecimento de sua procedência extraterrestre e de sua elevada tecnologia. Roswell: Novas Revelações vai a fundo nesta questão e expõe todas as suas características com clareza, após décadas de pesquisas do autor e centenas de depoimentos de testemunhas civis e militares. Donald Schmitt é um dos maiores especialistas no Caso Roswell em todo o mundo. Foi diretor de investigações do Center for UFO Studies (CUFOS), fundado décadas atrás pelo pioneiro J. Allen Hynek.

DVD: Roswell: Arquivo Secreto

Já está no ar a Edição 229 da Revista UFO. Aproveite!

Dezembro de 2015

Sim, eles também falham e caem

UPDATED CACHE