DESTAQUE

Nick Pope comenta que suas maiores preocupações eram possíveis colisões entre aviões e UFOs

Por
16 de Julho de 2018
Nick Pope, no detalhe, afirma que temia por casos de encontros próximos de aeronaves comerciais com UFOs
Créditos: Arquivo

A recente liberação dos últimos arquivos secretos britânicos sobre UFOs teve seu conteúdo confirmado por Nick Pope, ex-funcionário do Ministério da Defesa (MoD) e conhecido como "o verdadeiro Fox Mulder", aludindo ao personagem da clássica série Arquivo-X. Ele confirma que auxiliou no projeto de liberação dos documentos, e afirma que embora tenha assinado um acordo para não revelar segredos, diante da abertura decidiu contar sua visão quanto ao trabalho que realizou nos anos 90. Pope afirma que ele e seus colegas sabiam que os UFOs são reais, embora sua origem e natureza ainda permaneçam desconhecidas, e que a maioria dos casos era facilmente explicada, mas para cerca de cinco por cento das ocorrências não havia respostas.

Nick Pope comenta ainda que sua grande preocupação durante o tempo em que trabalhou no UFO Desk eram casos envolvendo aeronaves comerciais em encontros muito próximos com UFOs. Ele afirma que incidentes de quase colisões eram descritos em vários dos arquivos do MoD. O ex-agente acrescenta que a parte divertida do trabalho eram os assuntos estranhos que frequentemente chegavam a eles, pois não havia mais ninguém no governo que pudesse tratar deles. Ele menciona casos de agroglifos, alegações de pessoas afirmando terem sido abduzidas por alienígenas, avistamentos de fantasmas e indivíduos alegando possuírem poderes psíquicos e oferecendo seus serviços para a Inteligência Britânica. Ele alega que não é inteiramente correta a firmação de que a Grã-Bretanha estava em uma corrida contra Rússia e China para obter tecnologia alienígena, mas que a realidade era quase tão bizarra quanto essa afirmação.

O ex-funcionário do MoD afirma que sempre acompanharam as ações dos países adversários, e estavam cientes de que a Rússia investigava não apenas os UFOs, mas também parapsicologia, como telecinese (habilidade de mover objetos com a mente), fenômenos psíquicos e outros. Tais casos eram vistos como avaliação de ameaças e oportunidades, e um melhor entendimento dos UFOs era encarado como uma possibilidade de desenvolvimento de novas aplicações militares. Pope comenta: "Isso decorrida da visão de que os UFOs poderiam não ser objetos, mas sim mudanças de energia na atmosfera. Levantamos a possibilidade de utilização prática dessa energia e desenvolver um raio da morte. E se essa fosse a oportunidade, a ameaça era de que Rússia e China nos vencessem".

IMPORTÂNCIA DE UM DEBATE PÚBLICO SOBRE A QUESTÃO

Alguns dos documentos recentemente liberados, crédito Arquivo

Pope comentou sobre o projeto norte-americano, anunciado como AATIP, e que pilotos da Real Força Aérea (RAF) também obtiveram vídeos muito semelhantes aos recentemente liberados. Ele comentou que foi inteligente não utilizar a sigla UFO, para não chamar a atenção das pessoas ou da imprensa, e disse: "Ainda não sabemos muito sobre o AATIP e talvez o assunto seja debatido no Congresso. De todo modo, se havia alguém rindo sobre os UFOs, não está rindo agora. Nós não ríamos, sabíamos por nossas experiências que o assunto é real, que operadores de radar rastreavam essas coisas de tempos em tempos, que demonstravam manobras e velocidades impressionantes. Afirmamos ao Parlamento que nada disso tinha significado para a Defesa, mas somente para despistar. E embora não houvesse de fato uma corrida por armas alienígenas, tudo era certamente tão estranho e surreal como qualquer coisa já vista em Arquivo-X".

Serviço secreto britânico buscou capturar tecnologia alienígena

Projeto secreto britânico dos anos 90 auxiliou a encerrar investigação oficial

Ex-funcionário do Ministério da Defesa comenta planos contra um possível ataque alienígena

Nick Pope fala sobre a foto de UFO mais espetacular enviada ao Ministério da Defesa britânico

Novas informações sugerem que UFO Tic-Tac teve encontro com gigantesco OSNI submerso

Documentos confirmam estudo ufológico do Pentágono dentro do projeto AAWSAP

Saiba mais:

Livro: Infiltrados: O Plano Alienígena para Controlar a Humanidade

Há décadas os estudiosos do Fenômeno UFO vêm investigando atentamente os casos de abduções. Hoje conhecemos milhares de ocorrências em todo o mundo e sabemos que estes processos tiveram início séculos atrás, milhões de abduzidos na história da Terra. O autor de Infiltrados: o Plano Alienígena para Controlar a Humanidade, o professor da Universidade Temple David Jacobs, Ph.D., entrevistou e pesquisou mais de mil indivíduos que passaram por estas experiências nas mãos de seres provenientes de planetas mais avançados. Sua conclusão é de que há várias raças extraterrestres realizando estes sequestros com o propósito de criar uma espécie híbrida, meio humana, meio alienígena, para viver aqui.

DVD: A Revelação do Fenômeno UFO

Já está no ar a Edição 210 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2014

A mesma questão de sempre: nosso arsenal atômico