DESTAQUE

Neil deGrasse Tyson diz que a pesquisa de UFOs deve receber financiamento do governo

Por
03 de Janeiro de 2022
O astrofísico Neil deGrasse Tyson, enfim, acredita que a ciência deva estudar o Fenômeno UFO.
Créditos: GettyImages

O famoso astrofísico admitiu que os UFOs merecem ter seu lugar no mundo científico e ser estudados com seriedade. Para ele, o governo deveria financiar as pesquisas para se chegar ao fim desse mistério, além de demonstrar apoio ao Projeto Galileu.

Embora Neil deGrasse Tyson tenha sido cético em relação a isso muitas vezes - mesmo com os vídeos da Marinha dos Estados Unidos, onde ele prefere se concentrar na qualidade dos vídeos em vez dos depoimentos mais desconfortáveis dos pilotos - ele recentemente afrouxou um pouco sua posição quando viu que o próprio governo legislou um escritório para estudar fenômenos aéreos não identificados e que outros astrofísicos - como Avi Loeb - mergulharam em uma investigação que já foi considerada tabu. 

Em entrevista publicada no final de 2021, no jornal Irish Times, ele foi questionado se tais investigações deveriam ser financiadas. "Sim, claro, apesar das minhas dúvidas. Eu vejo dessa forma: acho que uma porcentagem de qualquer orçamento de pesquisa deve ir para a pesquisa de objetos voadores não identificáveis. Essa deve ser uma parte óbvia do trabalho de qualquer sistema de defesa. É uma ameaça? O que é? Devemos nos preocupar? E então, se eles existem e são alienígenas, talvez um dia capturemos um! Isso seria genial. Então poderíamos estudá-lo”, respondeu Tyson. 

“Mas, além disso, temos programas de pesquisa ativos em andamento desde 1960. Temos enviado sinais, tentando receber sinais de civilizações potencialmente inteligentes da galáxia. O Instituto SETI tem tudo a ver com isso, é claro”, continuou ele. Em particular, Tyson manifestou grande interesse na proposta de um colega, ou pelo menos acredita que essa é a maneira certa de abordar o assunto.


O Projeto Galileu, de Avi Loeb, busca desvendar o mistério dos UFOs através da ciência séria e embasada.
Fonte: Harvard

“Agora, um novo programa em Harvard, o Projeto Galileu, estabelecido por Avi Loeb, está tentando tornar as pessoas um pouco mais abertas à possibilidade de que possa haver artefatos extraterrestres flutuando por aí, em todo o nosso sistema solar e além”, disse. "Claro, a comunidade de entusiastas de UFOs sempre se interessou por isso, mas o que é diferente aqui é que o professor Loeb tem o pedigree de um professor de Harvard e está associando ciência analítica real com esforço. Desejo muita sorte ao projeto”, concluiu. 

Conforme vai passando o tempo, mais e mais figuras de renome, especialmente da ciência, vêm demonstrando interesse e apoio em um estudo mais sério e com embasamento científico acerca do Fenômeno UFO. Podemos esperar, com isso, mais transparência também?

Fonte

Já está no ar a Edição 286 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2021

Os segredos ufológicos do Pentágono