DESTAQUE

Nave Dragon decola rumo à Estação Espacial Internacional

Por
08 de Outubro de 2012
A Dragon foi lançada com sucesso no último domingo
Créditos: SpaceX

Neste domingo, 07 de outubro, decolou de Cabo Canaveral, na Flórida, a primeira missão de abastecimento para a Estação Espacial Internacional (ISS), realizada por uma empresa privada. A SpaceX lançou a nave Dragon em versão cargueira, sem tripulação, no topo do foguete Falcon 9, também de sua produção. A cápsula deve acoplar-se com a estação na quarta-feira, dia 10. O foguete teve um de seus nove motores desativado após o lançamento, mas os demais mantiveram a trajetória e inseriram com sucesso a nave na órbita planejada.

Pela primeira vez em 30 anos, os Estados Unidos não possuem meios próprios de enviar astronautas ou carga ao espaço, após a aposentadoria dos ônibus espaciais. Com isso, desde 2011 eles têm dependido das naves russas Soyuz e Progress para manter o laboratório orbital. Cargueiros europeus e japoneses têm feito voos regulares para a estação, e a NASA está incentivando empresas americanas a entrar nessa nova corrida espacial. A SpaceX é a primeira a vencer o desafio, tento realizado com sucesso uma missão de teste entre 22 e 31 de maio passado, quando a Dragon tornou-se a primeira nave espacial privada a acoplar-se com a ISS.

O feito rendeu um contrato com a NASA no valor de 1,6 bilhões de dólares para um total de 12 missões cargueiras, do qual o voo iniciado domingo é o primeiro. A Dragon é uma cápsula com um volume interno que pode variar entre 10 e 34 metros cúbicos, e cujo escudo de calor pode suportar tanto uma reentrada desde a órbita terrestre até outras mais extremas, como as que ocorreriam em uma missão até a Lua. A Dragon é reutilizável, podendo ser utilizada em outras missões, e ao contrário dos demais cargueiros espaciais disponíveis não é destruída durante a reentrada na atmosfera, podendo trazer de volta a Terra materiais e experimentos realizados a bordo da estação.

crédito: NASA
A Dragon em órbita, durante o voo de texte de maio último
A Dragon em órbita, durante o voo de texte de maio último

As 12 missões do contrato devem levar um total de 20 toneladas de carga ao laboratório. No presente voo, a Dragon deve permanecer acoplada a ISS até 28 de outubro, pousando a seguir no Oceano Pacífico próximo a costa da Califórnia. Cerca de 900 kg de material, entre peças da estação e experimentos já realizados, devem ser trazidos pela nave. Missões tripuladas também estão nos planos, e o primeiro voo com tripulação deve acontecer em 2015.

Assista a um vídeo do lançamento da Dragon

Confira um gráfico da Dragon e do foguete Falcon 9

Veja imagens da missão

Acompanhe a cobertura do voo pelo site Space.com

Saiba mais:

Livro: UFOs na Rússia

DVD: 50 Anos de Exploração Espacial – Parte 1

Já está no ar a Edição 193 da Revista UFO. Aproveite!

Outubro de 2012

Velhos casos, novas perguntas