DESTAQUE

NASA contrata equipe de teólogos para preparar a humanidade para contato com alienígenas

Por
29 de Dezembro de 2021
Seria esse mais um sinal de um iminente contato?
Créditos: GettyImages

Enquanto a humanidade luta para aprender mais sobre o espaço, a NASA contratou uma equipe de 24 sacerdotes e teólogos para preparar as pessoas para o contato com alienígenas. Os especialistas-teólogos devem ajudar a compreender como os representantes das diferentes religiões do nosso planeta irão reagir à notícia da existência de vida extraterrestre.

Parece um enredo de filme de ficção científica ruim e não, eles não são lançados no espaço para lutar contra demônios espaciais. De acordo com o  The Mirror,  um deles é o clérigo britânico, o reverendo doutor Andrew Davison, teólogo da Universidade de Cambridge, que também tem doutorado em bioquímica pela Universidade de Oxford. O reverendo acredita que a perspectiva de encontrar vida alienígena está se tornando cada vez mais provável. 

Como relata o The Times, a NASA e outras agências espaciais estão caminhando para encontrar evidências de que existe vida fora do planeta Terra. Assim, em seu novo livro Astrobiologia e Doutrina Cristã, Davison discute se Deus poderia ter criado vida em outras partes do universo. E ele faz perguntas: "Será que depois da descoberta da vida extraterrestre as religiões reescreverão suas histórias?" Ou: "Os crentes aceitarão isso facilmente?" "Se você acredita que Deus ou os deuses criaram todos os seres grandes e pequenos por que não aplicar isso em todo o universo?"

De acordo com as garantias de Davison, os ensinamentos religiosos cristãos, judeus e islâmicos não serão afetados pela descoberta alienígena. Carl Pilcher, que chefiou o Instituto de Astrobiologia da NASA até 2016, disse que a NASA quer que os teólogos considerem as implicações da aplicação das ferramentas da ciência do final do século XX e início do século XXI a questões que foram abordadas nas tradições religiosas por centenas ou milhares de anos.


O reverendo doutor Andrew Davison, um padre e teólogo da Universidade de Cambridge com doutorado em bioquímica por Oxford, está entre os 24 teólogos recrutados pela NASA.
Fonte: Facebook

Em sua opinião, é "(...) inconcebível que a Terra seja o único lugar no universo onde haja vida - quando há mais de 100 bilhões de estrelas e mais de 100 bilhões de galáxias no universo.” Oficialmente, esta iniciativa da NASA está ligada ao lançamento do telescópio espacial James Webb, de US$10 bilhões, que foi lançado neste Natal. O telescópio implantará tecnologia de ponta para estudar todas as fases da história cósmica e do sistema solar e as galáxias mais distantes observadas no início do universo.

O dispositivo, que suporta infravermelho, estudará uma ampla gama de questões científicas para ajudar a humanidade a entender melhor a origem do universo e o lugar do homem nele. Outra questão que os padres britânicos estão tentando resolver é se a descoberta de vida extraterrestre exige que as religiões reescrevam toda a história da criação no Gênesis.

Davison se inscreveu para o programa depois de discutir essas questões com seus alunos de teologia e em seguida passou um ano acadêmico na Universidade de Princeton em 2016 sob o programa Social Impact of Astrobiology, de US$1.1 milhão, patrocinado pela NASA. Will Storrar, diretor do Centro de Investigação Teológica (CTI) diz que o programa está apenas começando e a NASA quer pesquisas científicas sérias publicadas em livros e periódicos dedicados ao profundo milagre, mistério e significado de descobrir a vida em outro planeta.

Fonte

UFO Recomenda

Já está no ar a Edição 286 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2021

Os segredos ufológicos do Pentágono