DESTAQUE

Mortes de dois pesquisadores são atribuídas aos Homens de Preto

Por
25 de Julho de 2016
Agentes do governo, alienígenas ou algo mais sombrio? A natureza dos MIBs permanece um mistério
Créditos: Revista UFO

O público em geral conhece os Homens de Preto graças à série cinematográfica estrelada por Will Smith e Tommy Lee Jones, que já rendeu três filmes. As produções, por sua vez, são baseadas em uma série de histórias em quadrinhos da editora Malibu Comics, nas quais não existe o humor dos filmes. Contudo, na realidade os Homens de Preto não são nada engraçados e as pessoas que já experimentaram um encontro com esses sombrios personagens descrevem acontecimentos estranhos, e muitas vezes assustadores.

Os Homens de Preto ou Men in Black (MIBs) surgiram na Ufologia Mundial nos anos 50, mais precisamente em 1953, quando o pesquisador Albert Bender foi o primeiro a experimentar o infortúnio de uma visita desses misteriosos personagens. Ao longo da história da Ufologia os MIBs ficaram conhecidos por ameaçar e silenciar testemunhas, e a eles são atribuídas até mesmo algumas mortes de pesquisadores em circunstâncias suspeitas. Esses ufólogos teriam se aproximado muito da verdade e alguns afirmam que os Homens de Preto os silenciaram permanentemente, a fim de que não revelassem suas descobertas.

Nos últimos dias a Ufologia Mundial tem estado debatendo duas mortes misteriosas de conhecidos pesquisadores, e em vários círculos e fóruns de discussão afirma-se que os MIBs estão envolvidos. Um deles foi Mas Spiers, ufólogo e investigador paranormal cujo corpo foi encontrado no início de julho na Polônia, em circunstâncias não explicadas. Spiers afirmava ter mantido contato com um grupo de alegados super-soldados, criado pelo governo, e especulações dão conta de que ele estava falando demais a respeito. As autoridades ainda não informaram a causa da morte, mas comentaram a possibilidade de suicídio.

crédito: Arquivo
Max Spiers
Max Spiers

HOMENS DE PRETO SILENCIANDO PESQUISADORES?

Outro caso se deu na Índia, quando Gaurav Tiwari foi encontrado morto em casa, no noroeste daquele país. Seu pai ouviu um forte barulho vindo do banheiro e quando foi averiguar encontrou Tiwari caído ao chão. As autoridades afirmam que uma linha escura foi encontrada enrolada em seu pescoço, levando-os a afirmar que o pesquisador cometeu suicídio. Entretanto, a família de Gaurav diz que ele estava feliz, pois aos 32 anos era recém casado e estava em um ponto muito positivo de sua vida. Seu pai ainda afirmou que o filho havia se queixado de elementos e pensamentos negativos que pareciam persegui-lo. Gaurav Tiwari era presença constante em programas de TV, tendo inclusive ajudado a fundar a Sociedade Paranormal Indiana.

crédito: Arquivo
Gaurav Tiwari
Gaurav Tiwari

Confira uma matéria sobre a morte de Gaurav Tiwari

Compilação das investigações de Tiwari

Max Spiers fala sobre conspirações neste vídeo

Testemunha de importante caso ocorrido em 1994 fala pela primeira vez

UFOs causam pânico no Peru

Dois casos envolvendo pilotos e UFOs na Argentina em 1974

Alienígena que saiu de UFO assusta moradores de cidade na Bolívia

UFOs aparecem em Santa Quitéria e provocam medo

Documento da NSA estuda como decifrar uma mensagem alienígena

Saiba mais:

Livro: MIB: Os Verdadeiros Homens de Preto

crédito: Revista UFO
MIB: Os Verdadeiros Homens de Preto
MIB: Os Verdadeiros Homens de Preto

Há um mistério que acompanha a Ufologia desde o início da Era Moderna dos Discos Voadores, em 1947, e que ainda resta ser decifrado. São os chamados homens de preto, também conhecidos como MIBs, do inglês men in black. Eles vêm há décadas surgindo em cenários de ocorrências ufológicas, muitas vezes apenas observando e noutras abordando com energia tanto testemunhas quanto pesquisadores destes fatos. MIB: Os Verdadeiros Homens de Preto disseca o assunto como nenhuma obra antes, e o faz sob o comando de um dos maiores especialistas no tema em todo o mundo, o ufólogo inglês naturalizado norte-americano Nick Redfern.

DVD: Pacote de DVDs do UFOZ 2014

Já está no ar a Edição 219 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2015

Claro, eles voltaram!