DESTAQUE

Missão Perseverance da NASA rumo a Marte será lançada amanhã de manhã.

Por
29 de Julho de 2020
O rover Perseverance
Créditos: NASA

O terceiro lançamento de uma missão em direção ao Planeta Vermelho acontecerá amanhã, na Flórida, com transmissão ao vivo. A missão Perseverance da NASA se juntará à Hope, dos Emirados Árabes e à Tianwen-1, da China.

Daqui a menos de 24 horas a NASA deverá lançar, do cabo Canaveral, na Flórida, o rover Perseverance, que já está preso, a bordo de um foguete United Launch Alliance (ULA) Atlas V, com transmissão ao vivo.

Se tudo der certo e não houver contratempos, a NASA lançará amanhã, às 08h50, horário de Brasília, sua Missão Perseverance, rumo a Marte. É o terceiro lançamento em direção ao planeta feito este mês.

O veículo espacial irá explorar o Planeta Vermelho em busca de sinais de vida microbiana antiga, mas não apenas. Como noticiamos ontem, há muitas expectativas em relação ao subsolo marciano, que poderia abrigar vida.

Percy, como foi apelidado o rover, tem muitas modificações e aprimoramentos tecnológicos em comparação a seus colegas que já estão no planeta vizinho.

Muito bem equipado

 
Comparação entre sa rodas dos rovers. Crédito: NASA

O jipe tem aproximadamente o mesmo tamanho do Curiosity: três metros de comprimento, 2,7 m de largura e 2,2 m de altura. Mas é 126 kg mais pesado que seu irmão mais velho.

Para energia, o rover está equipado com um Gerador Termoelétrico por Radioisótopos Multi-Missão (MMRTG), que produz energia elétrica térmica a partir do decaimento natural do plutônio-238.

O veículo é equipado com seis rodas, cada uma com seu próprio motor, e 48 travas, o que deve proporcionar excelente tração.

Os pares de rodas dianteiro e traseiro têm seus próprios motores de direção, permitindo que o Perseverance rode 360° sem precisar ir para frente ou para trás. As pernas “permitirão que o rover dirija sobre rochas com 40 cm de altura”, de acordo com a NASA.

 

Buscando vida em um lugar ideal


Detalhe da cratera Jezero, em Marte. Crédito: NASA/Universidade do Arizona

O jipe deve pousar em Marte em fevereiro de 2021, na cratera Jezero. Localizada ao norte do equador marciano, essa depressão de aproximadamente 48 km de largura já foi preenchida com água, alimentada por um delta do rio.

Se a vida primitiva existiu em Marte alguns bilhões de anos atrás, ela poderia muito bem estar em um lugar como esse. Consequentemente, o Perseverance buscará restos orgânicos fossilizados e outras assinaturas biológicas em potencial que datam de três a 4 bilhões de anos.

Por todas as surpresas que já tivemos em 2020, seria realmente formidável se 2021 nos trouxesse a confirmação de que ainda há vida em Marte, mesmo que ela seja apenas microscópica e primitiva. Esse tipo de confirmação é o que falta acontecer para toda uma nova rodada de pensamento científico seja aplicado nesse estudo.

 

A vida no universo


O universo deve estar povoado de vida e nós vamos encontrá-la. Crédito: ESO / T. Preibisc

Todos nós sabemos que há décadas há uma política muito forte contra a existência de vida fora da Terra, e que grupos religiosos poderosos temem que as pessoas percam a fé ou passem a fazer questionamentos incômodos, se a vida no universo passar a ser vista como algo natural e disseminado.

Isso não é novidade, a mesma coisa aconteceu quando se confirmou que a Terra não era o centro de nada, e que girava em torno do Sol, e depois, que o tamanho do universo é tão avassalador, que não passamos de um ínfimo ponto entre muitos outros.

Mas a resistência foi vencida e a verdade veio à tona. Vamos torcer para que o Perseverance, cujo nome tanto a ver com a jornada humana, seja o veículo da confirmação que todos esperamos. Boa viagem, Percy!

 Você poderá assistir ao lançamento pelo canal da NASA no YouTube, clicando aqui  

 

Fontes: Giz Modo, NASA, Space.com

 

Veja, abaixo, o incrível vídeo da NASA sobre a missão Perseverance e logo aseguir um sobrevoo à cratera Jezero:

 

 

 

 

Já está no ar a Edição 266 da Revista UFO. Aproveite!

Março de 2019

Fomos visitados