DESTAQUE

Meteorito raro encontrado em Curitiba desvenda mistérios sobre a origem da Terra

Por
25 de Setembro de 2020
Meteorito de Curitiba
Créditos: Rede Globo de Televisão

Um pedaço de meteorito encontrado em Curitiba, no Paraná, na década de 70 e só agora entregue aos pesquisadores, pode trazer respostas para a origem da Terra e do Sistema Solar.

 A rocha foi encontrada em um terreno baldio pelo senhor Vanderlei Cândido Venceslau que da janela de seu apartamento ouviu um estrondo e viu um clarão no céu. No dia seguinte, seu filho com então nove anos, encontrou a rocha que ainda estava morna.

A família guardou a pedra e nunca se deu conta de que tinha algo precioso em casa. Eles só perceberam que podiam ter uma peça valiosa para a ciência quando viram a reportagem sobre a chuva de meteoritos que aconteceu na cidade de Santa Filomena, em Pernambuco.

O meteorito de Curitiba pesa aproximadamente um quilograma e segundo geólogos pode ter cerca de 4.6 bilhões de anos, sendo, portanto, mais antigo do que qualquer rocha formada em nosso planeta. 


Senhor Vanderlei Cândido Venceslau Crédito: Rede Globo de Televisão

A família entrou em contato com a Universidade Federal do Paraná e entregou o meteorito para estudos. Após uma semana os geólogos puderam identificar minerais que não existem em Terra.

Segundo Fábio Braz Machado, professor de geologia da Universidade Federal, “existem cientistas interessados nas amostras de água da rocha, cientistas internacionais interessados em alguns isótopos anômalos incomuns” para os quais o Brasil não tem equipamento de detecção, portanto as amostras serão enviadas aos Estados Unidos.

A equipe do Paraná vai continuar estudando o meteorito, que será registrado na Sociedade Brasileira de Meteoritos e Ciência Planetária como Meteorito de Curitiba, e é um dos mais antigos já descobertos em nosso país.

 

Assista, abaixo, uma reportagem completa sobre o assunto:

Já está no ar a Edição 279 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2020

Segredos ufológicos nos corredores do Pentágono