DESTAQUE

Marinha dos Estados Unidos admite ter mais informações sobre o encontro com UFOs

Por
10 de Janeiro de 2020
Porta aviões nuclear USS Nimitz, um dos maiores dos Estados Unidos.
Créditos: US Navy

A Marinha Norte-Americana admitiu que possui mais informações sobre o encontro dos pilotos do porta aviões nuclear Nimitz com o UFO que ficou conhecido como Tic-Tac, e que as está retendo por questões de segurança nacional.

 Como todos devem se lembrar, a Marinha dos Estados Unidos divulgou ao longo dos últimos dois anos três vídeos mostrando o encontro de pilotos de guerra com objetos que mostravam características muito superiores a tudo o que conhecemos em matéria de voo e manobrabilidade. Um desses vídeos foi feito em 2004 por pilotos dos caças de guerra do USS Nimitz, um enorme porta aviões nuclear, durante um voo de exercício e os outros foram feios posteriormente por outros militares.

Como as imagens eram um pouco granuladas e os vídeos muito curtos, os jornalistas tentaram descobrir que havia outros vídeos ou ao menos vídeos mais longos sobre o mesmo assunto, mas a resposta sempre foi um não categórico. Porém, um pesquisador chamado Christian Lambright enviou ao Escritório de Inteligência Naval (ONI) um pedido com base na Lei de Liberdade de Informação dos Estados Unidos (FOIA), procurando por qualquer informação específica sobre o assunto.

Na resposta, os militares não lhe forneceram novos materiais, porém informaram que haviam localizado outros documentos e outros vídeos que se encaixavam naquele assunto. Infelizmente, entretanto, informaram que não poderiam liberar o material, uma vez que os documentos estavam classificados com super secretos e a filmagem como secreta. Sua liberação, de acordo com a Marinha, poderia causar graves prejuízos à segurança nacional.

O interessante é que desde o ano passado o Pentágono começou a direcionar todos os jornalistas que queria falar sobre UFOs e requisitar material sobre o assunto para uma porta-voz chamada Susan Gough, que repetidamente informou a todos que não havia nenhum outro material além daquele que fora liberado. Agora, isso foi desmentido pela Inteligência da Marinha. Em quem acreditar?

É possível que em algum momento todos tenhamos acesso ao vídeo secreto, uma vez que a Marinha está revendo suas classificações. Porém é importante dizer que talvez essas evidências não tenham a ver, diretamente, com extraterrestres, mas que revelem programas secretos dos próprios norte-americanos ou dos russos e chineses. É compreensível que algo assim seja classificado como secreto. De qualquer maneira, após tanta exposição, a cobrança por um posicionamento claro das autoridades não para de aumentar.

Veja a seguir o video original, legendado em português com explicações:

                                               

Fonte: Hotair

Já está no ar a Edição 258 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2018

Que tecnologia é esta?