DESTAQUE

Luzes no céu: agora foi a vez de Campo Grande se confundir com os satélites da SpaceX

Por
02 de Abril de 2020
Rede de satélites sobre campo de girassóis
Créditos: Egon Filter

Como sempre acontece a cada lançamento dos satélites Starlink, da empresa SpaceX, o aparecimento de pontos luminosos se movendo em fila chamou a atenção das pessoas. Desta vez aconteceu em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Elas são muito brilhantes e se deslocam em fileira “como um trem”, para usar as palavras de uma testemunha que viu as luzes em janeiro. O primeiro pensamento é que sejam UFOs, mas não são. São apenas os novos satélites do bilionário Elon Musk.

No dia 18 de março, a empresa SpaceX lançou mais 60 satélites que se juntarão aos outros 300 que já estão em órbita, aumentando assim a rede que a empresa pretende formar em torno do planeta, para disponibilizar internet para todo o globo.

Após o lançamento, os objetos ficam visíveis por cerca de duas a 4 semanas, até alcançarem a altitude de 550 km, quando então já estarão separados. Ao todo a empresa pretende lançar 42.000 satélites. Sim, ainda veremos muitas confusões

 

Como saber o que se está vendo?

 
Satélites em volta da Terra
Crédito: guia.heu

A confusão sobre o que está sendo visto brilhando no céu é comum, principalmente porque a maioria de nós não tem os conhecimentos necessários para distinguir as diversas luzes que cruzam o céu.

Porém, há maneiras de saber quais satélites estão passando sobre o céu acima de sua casa ou acima de onde você se encontra. Uma delas e a mais rápida é por meio do site james.darpian.com. Basta clicar aqui, e você redirecionado para lá.

Ao entrar, o programa irá pontuar a sua localização, e você poderá ativar lembretes para que o programa avise quando é hora de ir olhar o céu.  Você também terá uma simulação do que irá ver quando os satélites passarem.

 

Olho no céu

 
Visão do céu noturno
Crédito: UOL

É interessante notar que embora um meteorologista tenha arriscado dizer que as luzes no céu de Campo Grande eram asteroides, ele teria matado a charada logo de saída se tivesse apenas consultado o site que indicamos.

Observar o céu é um costume ancestral que todos nós herdamos e conservamos. O que vamos ver, além de as estrelas, nunca sabemos, mas se você vir alguma coisa desconhecida, fale conosco, nós queremos saber.

E se possível, filme ou fotografe, isso poderá ajudar a esclarecer melhor o que foi visto ou, quem sabe, aumentar ainda mais os mistérios das luzes no céu.

 A linda imagem que ilustra o início este artigo foi feita no Rio Grande do Sul, quando os satélites cruzavam o céu sobre uma plantação de girassóis, em novembro de 2019.  Ficou tão perfeita que virou imagem do dia  no site da NASA.

A próxima pode ser feita por você. Olho no céu!

Veja abaixo a explicação do editor da UFO Ademar José Gevaerd, sobre as luzes, em Curitiba:

Aqui, videos sobre as confusões causadas pelos satélites da SpaceX:

Já está no ar a Edição 277 da Revista UFO. Aproveite!

Fevereiro de 2020

UFOs no espaço até a Lua