DESTAQUE

Liberada primeira foto em cores de Plutão e sua lua Caronte

Por
15 de Abril de 2015
Plutão e sua lua Caronte, em imagem obtida pela New Horizons a 115 milhões de km de distância
Créditos: NASA

O ano de 2015 está justificadamente sendo chamado de o ano dos planetas anões. Após a chegada da nave Dawn a Ceres, no último 06 de março, outro momento histórico acontecerá no próximo 14 de julho, quando a nave New Horizons, também da NASA, se tornará o primeiro artefato terrestre a visitar Plutão. Ao contrário da Dawn, a New Horizons não irá orbitar seu mundo alvo, mas meramente passar por ele, prosseguindo depois viagem rumo ao Cinturão Kuiper e além. A New Horizons foi lançada em 19 de janeiro de 2006, e passou a maior parte desse tempo em hibernação.

A NASA acaba de liberar uma imagem tomada em 09 de abril último, a uma distância de 115 milhões de km de Plutão, que mostra o planeta anão e a grande lua Caronte, que tem quase metade de seu tamanho, em cores. Como Caronte aparece muito menos brilhante que Plutão, os cientistas especulam que isso pode se dever à diferença entre suas composições, ou a uma possível atmosfera da lua, ainda desconhecida. A nave começará os estudos do sistema muito antes da passagem, carregando um sofisticado arsenal científico que supera em muito o das naves que realizaram o mesmo trabalho em mundos como Vênus e Marte. Mesmo as Voyager 1 e 2, ao tempo em que a segunda passou por Urano em 1986 e Netuno em 1989, já tinham sua tecnologia absolutamente superada, mas mesmo assim enviaram preciosos dados científicos, estudados ainda hoje.

Entre 2005 e 2012 foram também descobertas as pequenas luas Syx, Nix, Kerberos e Hydra, e a equipe que cuida da trajetória da New Horizons está cofiante no fato de que a nave não correrá perigo em sua visita ao sistema. De fato, como as transmissões da nave demoram 4 horas e meia para chegar à Terra, este é um dos veículos especiais mais automatizados já lançados. A sofisticação do equipamento permite que a própria nave escolha quando realizar observações científicas, e quando as enviar à Terra, pois as duas coisas não podem ser feitas ao mesmo tempo. De fato, a NASA calcula que para enviar todas as informações colhidas ao longo dos próximos meses, até o momento após a passagem por Plutão, a New Horizons terá que transmitir até outubro de 2016.

ODISSEIA RUMO AO DESCONHECIDO

O clima entre os cientistas da NASA e os entusiastas da exploração espacial é semelhante ao que foi experimentado durante a Missão Voyager. Ali também se tratava da primeira exploração de mundos antes desconhecidos, tais como as luas de Júpiter e Saturno, e os sistemas de Urano e Netuno. A agência espacial constatou que muitas pessoas não se lembram do que significaram as primeiras explorações do Sistema Solar exterior, e portanto a missão que terá seu ponto culminante em julho é algo inédito para a presente geração. A longa viagem da New Horizons ainda tem uma melhor perspectiva quando se lembra que o ano em Plutão é equivalente a 248 anos terrestres. Ou seja, um ano plutoniano atrás, Urano e Netuno eram desconhecidos, e Saturno era o mais distante planeta conhecido. A inédita imagem mostrando Plutão avermelhado é somente uma das primeiras grandes descobertas dessa história missão.

Visite o site oficial da missão New Horizons

Confira um vídeo sobre a missão

Veja um infográfico sobre como será o encontro com Plutão

Começam as observações de Plutão pela New Horizons

Nave Voyager 1 saiu do Sistema Solar

Nave Dawn entra em órbita do planeta anão Ceres

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. A série contém ainda detalhes do funcionamento de satélites espiões, do desenvolvimento da Estação Espacial Internacional e da implantação do telescópio Hubble. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 212 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2014

Não é somente aqui na Terra