DESTAQUE

Intensifica-se a discussão sobre a existência de vida em Proxima b

Por
27 de Agosto de 2016
Concepção artística de Proxima b; a discussão se ele pode abrigar vida alienígena tem sido intensa nos últimos dias
Créditos: ESO

A descoberta de Proxima b, planeta provavelmente rochoso e habitável orbitando Proxima Centauri, a somente 4,22 anos-luz de nós, foi assunto na imprensa mundial nos últimos dias. Em um estudo publicado na revista Nature, os cientistas Guillem Anglada-Escude e Ansgar Reiners, respectivamente da Queen Mary University em Londres e do Instituto de Astrofísica da Universidade de Gottinger, na Alemanha, relatam como utilizaram a técnica da velocidade radial para determinar a existência desse mundo. Até o momento as únicas informações seguras são seu período, 11,2 dias, e sua massa de 1,3 vezes a da Terra.

Proxima b está a uma distância de somente 7,5 milhões de km de sua estrela. Proxima Centauri é uma anã vermelha com somente 0,12 vezes a massa do Sol, e um diâmetro de 1,4 vezes o de Júpiter. Apesar de algumas dúvidas levantadas na comunidade científica, os autores da descoberta estão seguros de que Proxima b é rochoso e possui uma superfície na qual se pode ficar em pé. Ali, devido à pouca distância, sua estrela pareceria muito maior do que o Sol para nós, e ainda se discute se o planeta possui uma atmosfera e um campo magnético, pois Proxima Centauri possui muita atividade e lança rais-X, que alcançariam a superfície do planeta a uma taxa 100 vezes maior que a que recebemos do Sol. Caso não tenha atmosfera Proxima b deve ser muito fria, com temperaturas da ordem de - 40º C.

A presença de uma atmosfera densa, por outro lado, poderia proporcionar um efeito estufa na dose certa para equilibrar as temperaturas, especialmente se, como se suspeita, Proxima b mantiver um hemisfério permanentemente voltado para sua estrela. É o que se chama estar travado gravitacionalmente, mesmo fenômeno que acontece com a Lua em relação à Terra. Quanto à presença de água, Anglada-Escude comenta: "Este planeta pode ser seco, caso tenha se formado perto da estrela, ou caso tenha surgido longe e migrado para uma órbita interior pode ter retido muita água das regiões externas de seu sistema. Além disso, cometas e asteroides podem ter trazido água até sua superfície na época de formação. Tudo ainda é especulação, porém as chances são boas e há modelos viáveis para que seja um planeta semelhante à Terra".

ALVO DE FUTURAS MISSÕES ESPACIAIS INTERESTELARES

crédito: ESO
Proxima Centauri comparada a outras estrelas, incluindo o Sol e Júpiter
Proxima Centauri comparada a outras estrelas, incluindo o Sol e Júpiter

A história descoberta significa ainda a presença, quase às portas de nosso Sistema Solar, de um mundo alienígena capaz de abrigar vida. A maioria dos exoplanetas habitáveis está a centenas ou milhares de anos-luz de distância, tornando muito difícil determinar sua composição. Proxima b, sendo o planeta habitável mais próximo de nós que jamais será descoberto, pois não existem estrelas a distância menor do Sol, poderá ser estudado com a tecnologia atual caso passe diante de sua estrela, o chamado trânsito. Contudo, as chances de isso acontecer são estimadas em 1,5%. Mesmo assim, telescópios atuais e especialmente os instrumentos que devem entrar em operação na próxima década poderão conseguir imagens diretas de Proxima b, sendo assim possível estudar sua composição.

A ideia de um planeta habitável tão perto também é animadora em termos de exploração espacial por sondas não tripuladas. Contudo, mesmo a distância de 4,22 anos-luz é um imenso desafio visto que a nave New Horizons, que visitou Plutão em julho de 2015, viajando a 84.000 km/h levaria 54.400 anos para atingir Proxima Centauri. A imprensa em geral voltou a noticiar dentro do tema o Breakthrough Starshot, projeto do bilionário russo Yuri Milner, do qual o físico Stephen Hawking e o criador do Facebook, Mark Zuckerberg são membros, e cujo objetivo é o de lançar nanonaves capazes de chegar a Alpha Centauri em 20 anos. Para tanto, esses engenhos teriam enormes velas, propelidas por lasers potentes que as acelerariam a velocidades enormes. Estima-se que a tecnologia capaz de produzir essas naves esteja disponível dentro de vinte anos. Pesquisar Proxima b pode proporcionar informações preciosas sobre como a vida pode se desenvolver em exoplanetas através do Universo.

Vídeo: Proxima Centauri b pode ser habitável

Confira neste vídeo como poderemos viajar para Proxima b

Confirmada a existência de planeta em órbita da estrela mais próxima do Sol

Stephen Hawking lança Projeto Starshot para viagens interestelares

Publicado um catálogo com os planetas que podem abrigar vida extraterrestre

Encontrado exoplaneta próximo capaz de sustentar vida

Planeta alienígena a 1.200 anos-luz é fotografado

Número de exoplanetas confirmados supera a marca de 1.000

Exoplanetas com vida podem ser 60 bilhões

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Planetas Alienígenas

crédito: Revista UFO
Planetas Alienígenas
Planetas Alienígenas

A ciência tem comprovado, em um ritmo cada vez maior, que apenas em nossa galáxia existem bilhões de planetas com possibilidade de abrigar vida. Destes, é enorme a quantidade de mundos que podem conter vida inteligente em seus sistemas, sociedades que apenas esperam ser encontradas. Este DVD confirma que o cosmos está repleto de vida inteligente, fazendo ser apenas uma questão de tempo que nós, terrestres, conheçamos nossos semelhantes lá fora. E este conhecimento será transformador para a população mundial.

Já está no ar a Edição 237 da Revista UFO. Aproveite!

Agosto de 2016

Visões diferentes para a mesma questão