DESTAQUE

Militares americanos já construíam 'discos voadores' em 1960

Por
09 de Abril de 2019
Divulgação
Créditos: Disclose.tv

Um projeto militar, outrora secreto, tornou-se parte da história americana. Ele remonta a 1959, durante a Guerra Fria, quando um cientista chamado Jack Frost trabalhava duro em alguma nova tecnologia - discos voadores. Apelidados de Avrocar, esses discos eram genuínos, todos feitos nos Estados Unidos, aeronaves de estilo UFO que eram sancionadas pelos militares americanos, mas por quê?

 

 

 

Onda de avistamentos 

Após a Segunda Guerra Mundial, a América passou por uma mania de UFOs, com centenas e centenas de avistamentos sendo relatados. Coincidentemente, isso aconteceu mais ou menos na mesma época que a Guerra Fria, assim como o desenvolvimento do Avrocar. 

Tem havido alguma especulação em torno do aumento dos avistamentos de UFOs e muitos dizem que eles estavam de fato ligados à ansiedade dos militares americanos com a Guerra Fria, com alguns sugerindo que eles estavam espalhando a paranóia. Por razões óbvias, se alguém visse o Avrocar, seria muito bem recebido por ele.

 

 

Poucos anos antes da existência do Avrocar ser conhecida pelo público, alguém relatou um avistamento de disco voador, ocorrido em 1947. Um funcionário da linha de montagem da empresa aeroespacial da Lockheed, Orfeo Angelucci, relatou entrar em contato com um disco voador na beira da estrada, quando ele estava dirigindo para casa tarde da noite. 

Não foi apenas um avistamento. Ele alegou que interagiu com os ocupantes quando uma voz lhe falou, dizendo para não ter medo. Logo depois, uma figura masculina e feminina, com olhos grandes e uma nobreza impressionante apareceu e se comunicou com ele telepaticamente. 

  

  

Como acontece com muitos avistamentos de UFOs, é difícil dizer se eles são legítimos devido à falta de provas. No entanto, esse é considerado por muitos como o primeiro e é estranhamente específico.

Com o passar do tempo, mais e mais avistamentos de UFOs foram relatados. De fato, o governo dos Estados Unidos instruiu oficialmente os cidadãos a relatar supostos UFOs para uma nova divisão da Força Aérea chamada “Projeto Livro Azul”. Os resultados mostraram que, entre 1947 e 1969, os cidadãos relataram mais de 12.000 avistamentos de UFOs, sendo o mais alto o de 1952, que teve mais de 1.500 avistamentos individuais.

  

 

 

Para quê exatamente foi o Avrocar?

Apesar de sua aparência alienígena, o Avrocar realmente teve um propósito. Ele foi projetado para ser o último transportador subsônico para as tropas dos Estados Unidos, que poderia chega a velocidades incríveis em um instante. Como a ansiedade cresceu sobre a Guerra Fria e as ameaças soviéticas, o Avrocar teve prioridade sobre outros projetos durante o seu desenvolvimento.

O homem por trás de tudo era Jack Frost, que na verdade era um pouco lendário. O engenheiro britânico pavimentou o caminho para muitos projetos de aeronaves supersônicas, especificamente veículos de decolagem e aterrissagem vertical (VTOL) que podem pairar, decolar e aterrissar verticalmente. 

Ao longo da década de 50, Frost estava trabalhando na Avro Canada, uma empresa de fabricação de aviões já extinta. Ele trabalhou em um departamento chamado Grupo de Projetos Especiais (SPG). Na maior parte do tempo, esses projetos foram concluídos em locais seguros com guardas e cartões de passe especiais, todos atrás de portas trancadas, é claro. Então, se alguém fosse capaz de produzir o próximo veículo subsônico, seria Frost.

  

 

 

Funcionou?

No sentido tradicional, o Avrocar não cumpriu seu propósito original de se tornar um novo veículo militar de alta velocidade. Enquanto Frost assegurava a todos que isso era possível, simplesmente não era para ser. As duas aeronaves que foram submetidas a testes só conseguiram ir a 1 m do solo e as velocidades máximas foram de cerca de 35 km/h. 

Mesmo assim, o artefato estava superaquecido e, quando em operação, produzia um som estridente que não era nem um pouco agradável. Em 1961, apenas dois anos após seu primeiro voo livre, o projeto foi considerado caro demais para continuar e foi desativado. Confira em ação no vídeo abaixo:

 

  

Apesar do Avrocar aparentemente falhar, ele provou ser uma criação revolucionária, abrindo o caminho para a moderna tecnologia de hovercraft e carros. A tecnologia avançou muito desde os anos 50 e 60. Quem sabe, talvez o Avrocar voe eventualmente. 

Por enquanto, um deles está na Galeria da Guerra Fria no Museu Nacional da Força Aérea dos Estados Unidos, enquanto o outro foi colocado em depósito pelos militares dos Estados Unidos em 2002. Quem sabe o que está acontecendo agora? Talvez esteja sendo trabalhado. Talvez possamos ver o retorno do Avrocar no futuro. 

Fonte: Disclose.tv

 

Veja Mais:

Geraldo Lemos e os criadores de 'Data Limite segundo Chico Xavier' em Peruíbe

Uma física assustadoramente infinita de mundos possíveis

Existe vida lá fora? A possibilidade é de 110%, calcula Gevaerd

UFO no Morenão: 37 anos do maior avistamento coletivo da história

Meteoro cruza o céu de Campo Grande nesse domingo

Conheça o encantador de baleias...e de ETs

Hipótese da Simulação: a Matrix pode ser real?

Lech Walesa discursa sobre uma possível invasão alienígena

Já está no ar a Edição 266 da Revista UFO. Aproveite!

Março de 2019

Fomos visitados