DESTAQUE

Identificada a provável origem do famoso e misterioso sinal Wow!, do SETI.

Por
25 de Novembro de 2020
Sinal Wow! do SETI, registrado em 1977
Créditos: SETI

Nova pesquisa aponta a provável a origem do “sinal Wow!”, uma estranheza do SETI que tem deixado os astrônomos perplexos desde sua descoberta.

O Wow! é um sinal extraterrestre incomum de 72 segundos de duração, captado pelo radiotelescópio Big Ear em 1977. Nunca foi repetido e os cientistas nunca identificaram sua origem. 

O sinal, nomeado após o comentário que o astrônomo que analisou os dados escreveu nas margens da página, é considerado por muitos – incluindo seus descobridores originais – como o mais promissor candidato à tecnoassinatura alienígena na história do SETI.

Mas, como relata agora a revista Astronomy, o astrônomo amador Alberto Caballero rastreou o sinal de volta a uma estrela que se assemelha ao nosso Sol, uma descoberta que lança uma nova luz sobre o que por décadas tem sido uma marca registrada da pesquisa SETI.

 

Sol em Sagitário


Uma estrela da constelação de Sagitário pode ser a origem do sinal
Crédito: Astronomy

A estrela identificada por Caballero iludiu os cientistas que saíram em busca da fonte do sinal depois que ele foi descoberto. O problema era que não parecia haver nenhuma estrela semelhante ao Sol na área onde o sinal Wow! parecia ter se originado.

A pesquisa de Caballero utilizou uma visão mais atualizada do cosmos, e ele teve mais recursos e catálogos para sondar do que os astrônomos das décadas anteriores. 

Desde 2013, o observatório espacial Gaia, da Agência Espacial Europeia, monta um mapa 3D da galáxia, de acordo com a Astronomy, e já catalogou 1,3 bilhão de estrelas.

O mapa do Gaia é muito mais detalhado do que o que os astrônomos costumavam utilizar para caçar a origem do sinal Wow! no passado, e Caballero foi capaz de identificar uma estrela semelhante ao Sol na constelação de Sagitário, exatamente de onde o sinal parece ter vindo.

Existem outras estrelas na área, observa a Astronomy, então o trabalho está longe de ser definitivo. Mas depois de anos de estagnação, é um grande passo à frente no processo de pesquisa do Wow! 

Fonte: Futurism

Já está no ar a Edição 280 da Revista UFO. Aproveite!

Outubro de 2020

Intervenção extraterretre