DESTAQUE

Grupo de entusiastas da ufologia afirma conseguir “conjurar” UFOs

Por
16 de Julho de 2021
Grupo diz conseguir invocar a presença de UFOs.
Créditos: GettyImages

Quais são as chances de haver outra forma de vida vivendo em nossa atmosfera, e que possa ser convocada à vontade? Um pequeno, mas crescente contingente de “invocadores” relata sucessos surpreendentes na documentação de misteriosas aparições de luzes no céu ao conjurarem suas presenças.

O grupo documenta a maioria de seus encontros, incluindo um que eles chamaram de Frota da Nave-Mãe, de 2014. O vídeo mostra uma bolha amorfa no céu de Long Beach, Califórnia. O objeto não se parece com uma nave estruturada, embora os objetos menores que ele emitiu tenham assumido uma formação triangular. Em sua carreira profissional, Jim Martin supervisionou a distribuição de dezenas de filmes com conteúdo paranormal, mas para ele, invocar não é uma obra de ficção assustadora. É real.

“Qualquer um pode fazer isso”, disse Martin ao Mystery Wire. “Você não precisa de um guru ou professor, não precisa ter formação em religião ou filosofia, você só precisa ter um coração aberto, olhar para o céu com gratidão. E acho que o mais importante é apenas ter uma intenção sincera de fazer contato, e funciona.” A convocação, de acordo com Martin, é um processo mental pelo qual uma pessoa se concentra em um lugar no céu e convida mentalmente que os UFOs se manifestem.

Martin explicou em detalhes como ele faz isso. Ele disse que sai, faz uma meditação simples por alguns minutos para clarear a mente e depois se concentra em um sentimento de gratidão. Ele então disse que vai “(...) transmitir o pensamento de ‘por favor, venham’ ou para mostrarem (a ele) a verdade, para fazer contato.” Martin diz que, depois de fazer isso, ele espera alguns minutos e o fenômeno “(...) geralmente se manifesta no céu.”

Martin forneceu ao Mystery Wire vários vídeos de objetos invocados. Um deles chamado “UFO no Dia de Natal” nunca foi visto fora do grupo. Mike Seid e Asimakis “Alfa” Pagidas também fazem parte do grupo de invocadores. Alfa estudou biologia marinha na UC Santa Cruz e possui um mestrado em filosofia pela University of Lancaster (Reino Unido). Mike Seid é um escritor que mora em Los Angeles. Ele é formado em Clássicos, por Harvard.


Acima, o vídeo conhecido como “UFO no Dia de Natal”, registrado logo após uma conjuração.
Fonte: YouTube/Mystery Wire

Seid admite que era um cético em relação à prática no início, mas sua opinião mudou durante sua primeira experiência de invocação. “No meio de um céu enorme, consegui localizar esse minúsculo ponto branco”, disse Seid. “Gostamos de dizer que se parecem quase com estrelas fora de serviço. Eu só os vejo durante o dia. Jim é um mestre invocador que os vê dia e noite.” O membro do grupo Alfa pode ter tido a convocação mais estranha de todos eles. Ele disse que certa vez convocou um objeto subaquático na costa de uma ilha grega.

“Decidi apenas fazer um mergulho livre. Eu estava estável, me segurando em uma linha que estava firme a cerca de 40 metros. Então, avancei mais 30 metros, mais ou menos. E eu estava em uma profundidade substancial, de pura escuridão. E eu, você sabe, sou muito bom nas técnicas. Fiquei quase um minuto debaixo d'água. E dentro daqueles primeiros 30 segundos, do nada, ele apareceu exatamente da mesma forma que aparece no céu, mas debaixo d'água.”

“E eu fiz tudo: deixei minha máscara limpa, esfreguei bem, pisquei, tentei me certificar de mudar os ângulos, ver se não estava vendo as coisas. Mas era um ponto fixo no fundo do oceano ou próximo ao fundo do oceano, estático, logo após eu ter terminado minha técnica de meditação. Portanto, aquele ato para mim removeu qualquer tipo de dúvida se essas coisas estão ligadas à consciência ou não. Acho que minha maior realização é ser capaz de compartilhar isso com pessoas altamente céticas”, disse Alfa. “E ajudá-los a ver fisicamente, e ver as várias reações de cada um.”

Assim que um deles identifica um objeto invocado no céu, o outro registra. Eles usam uma câmera Canon modificada que pode capturar infravermelho. O grupo sabe que as imagens e o vídeo por si só podem não parecer muito, mas para ter certeza de que não estão confundindo com um pássaro, avião ou algum outro objeto voador comum e conhecido, eles gravaram uma coleção de imagens de controle usando o mesmo equipamento nas mesmas condições. Alguns dos controles podem ser vistos no feed do Twitter do grupo. Será mesmo possível “invocar” um UFO?

Fonte

UFO Recomenda

Já está no ar a Edição 285 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2021

Quando eles são hostis aos humanos