DESTAQUE

Governo canadense libera novos arquivos ufológicos

Por
21 de Março de 2018
Concepção artística do UFO observado no Caso do Lago Falcon
Créditos: Arquivo

O pesquisador canadense Chris Rutkowski obteve 27 páginas de documentação liberada nos Arquivos Nacionais do Canadá, descrevendo ocorrências de 1967. Os arquivos foram preparados por um oficial chamado Douglas Robertson, e não se sabe para quem seriam apresentados. Há especulações de que seriam mostrados ao então recém-empossado ministro da Defesa. O Canadá foi palco de uma significativa onda ufológica entre 1966 e 1967, quando o número de relatos aumentou em mais de 400 %, levando muitos departamentos do governo a pesquisarem seriamente o fenômeno. A investigação buscava explicar os casos, que foram posteriormente divididos em sete categorias: fraudes, histeria de massa ou sugestão psicológica, má interpretação de eventos naturais, tecnologia militar avançada ou desconhecida, e avistamentos provocados pela condição psicológica das testemunhas.

Contudo muitas ocorrências envolvendo avistamentos realmente anômalos e estranhos permaneceram sem explicação, sendo então classificados como "avistamentos incomuns impossíveis de identificar ou explicar". Um dos destaques da documentação é a listagem de várias instituições educacionais e de medicina que auxiliaram o Ministério da Defesa do Canadá em interrogar, entrevistar e analisar as testemunhas. O caso mais conhecido abordado nos documentos é o de Stephen Michalak, também chamado de Incidente do Lago Falcon, ocorrido em 20 de maio de 1967. Michalak era geólogo amador e estava procurando quarzo e prata nessa localidade, quando observou um UFO pousar a pouca distância de onde estava. Ele aguardou por cerca de meia hora enquanto fazia desenhos e croquis do objeto, e acreditando ser uma aeronave secreta norte-americana aproximou-se perguntando se precisavam de ajuda.

Ele tocou o metal da nave, que emitia chiados e outros ruídos, e então percebeu um setor onde havia uma espécie de grade. E dali, subitamente, saiu um jato de ar muito quente, que chegou a incendiar sua camisa. Stephen arrancou depressa a peça de roupa enquanto a nave decolava e desaparecia na distância. A muito custo conseguiu retornar para seu hotel, e pelas semanas seguintes foi tratado em um hospital de suas queimaduras, sentindo-se muito mal e tendo vários sintomas. O governo envolveu-se diretamente com a questão, e surgiram boatos inclusive de que uma substância desconhecida havia sido descoberta em seu sangue. Michalak faleceu em 1999 aos 83 anos e jamais alterou em nada seu extraordinário relato, e os documentos recentemente liberados comprovam que o governo canadense, em sua investigação sobre o caso, descobriu evidências de radioatividade no local da ocorrência que cientistas não puderam explicar, ao que o arquivo completa: "o caso ainda carece de uma conclusão satisfatória". Alguns pesquisadores especulam que a revelação do Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP), a investigação ufológica realizada pelo Pentágono, estaria levando outros governos a liberarem alguns de seus arquivos. Porém, a maioria ainda não acredita que tais movimentos indicam uma abertura ufológica e um reconhecimento autêntico das visitas alienígenas a nosso planeta.

crédito: Arquivo
Stephen Michalak exibe suas queimaduras, e o metal com evidências de radioatividade encontrado pelo governo canadense
Stephen Michalak exibe suas queimaduras, e o metal com evidências de radioatividade encontrado pelo governo canadense

Confira imagens da documentação liberada

Assista a um vídeo sobre o caso de Stephen Michalak

A Revista UFO confirma a participação de Luis Elizondo no XXIII Congresso Brasileiro de Ufologia

Muitas questões ainda não respondidas sobre o metal do estudo ufológico do Pentágono

Documentos militares são apresentados em evento no Canadá

Manitoba, no Canadá, tem avistamentos de UFOs há dois séculos

Saiba mais:

Livro: Guia da Tipologia dos UFOs

crédito: Revista UFO
Guia da Tipologia dos UFOs
Guia da Tipologia dos UFOs

Há milênios somos visitados por incontáveis raças extraterrestres, que usam para o seu deslocamento até a Terra dos mais variados tipos de veículos espaciais. Os registros do acompanhamento que fazem estas espécies cósmicas são abundantes e têm milhares de anos. São igualmente inúmeras as formas e características dos veículos que tais visitantes usam para fazer sua cuidadosa prospecção de nosso mundo, de nossos recursos e de nossa população. Guia da Tipologia dos UFOs mostra com riqueza de detalhes como são numerosos os tipos de objetos voadores que vêm até aqui, talvez tanto quanto seus planetas de origem.

DVD: UFO Coverup Live!

Já está no ar a Edição 245 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2017

Múltiplos formatos e origens

UPDATED CACHE