DESTAQUE

Governo americano monitora silenciosamente UFOs em forma de cobra

Por
16 de Setembro de 2019
Ilustração
Créditos: Getty imagens

Gary Heseltine é o hoje o mais destacado ufólogo da Inglaterra, editor da revista eletrônica UFO Truth, criador, em 2002, do Sistema Policial de Registro de UFOs (Prufos), conferencista e correspondente internacional da Revista UFO. Trabalhou 24 anos na policia inglesa, sendo 19 deles como investigador, dentre os casos, os de policias ingleses que tiveram  contato com o Fenômeno UFO e sempre ressalta a importância de colher os depoimentos e publicá-los. 


Um objeto voador parecido com uma cobra é visto sobrevoando Clayville, em Nova York, permanecendo estático, antes de se mover lentamente pelo céu.

Para Heseltine, o governo dos Estados Unidos, provavelmente está ciente dos avistamentos de UFOs semelhantes a serpentes, ou em forma de charutos,  que estão sendo vistos em todo o país e estariam os monitorando. Nos últimos meses, pessoas de todas as partes dos EUA alegaram ter capturado imagens de objetos estranhos nos céus, que têm semelhanças com cobras em seus movimentos.

As aparições começaram em junho, quando um YouTuber ficou chocado ao descobrir uma luz brilhante acima do deserto de Mojave, na Califórnia. Desde então, eles foram vistos durante uma chuva de meteoros no Wyoming , bem como em Nova York se movendo como se estivesse "vivo". Depois que os avistamentos explodiram,  Gary Heseltine foi consultado sobre o que pensava dos misteriosos avistamentos.

UFOs em forma de charuto são vistos há décadas", disse ele. "Ocasionalmente, alguns relatos envolvem objetos do tipo 'cobra'. Esses avistamentos podem ser raros e têm sido vistos em todo o mundo de tempos em tempos, principalmente em países da América do Sul como México e Peru", completou. Gary afirmou que os militares e o governo dos EUA "controlavam o campo de UFOs em todo o mundo desde os anos 40".

"Certamente acredito que o governo e as forças armadas dos EUA sabem muito mais sobre a visitação extraterrestre", continuou ele. "Eu suspeito que sabemos apenas 10% da verdade sobre UFOs e contatos extraterrestres, o que significa que 90% ainda estão no mundo secreto da inteligência militar. Desde que os avistamentos sejam numerosos e tenham várias testemunhas, não tenho dúvida de que alguém com autoridade estará 'silenciosamente' monitorando a atividade", ressalta Heseltine.

O investigador continuou dizendo que "conheceu muitas pessoas que anteriormente eram pilotos militares" que tiveram encontros reais com UFOs. "Não há dúvida de que uma pequena proporção dos relatórios de UFOs envolvem visitas de ET (3%)", acrescentou.

Gary Heseltine dirige o banco de dados Police Reporting UFO Sightings , onde ele afirma ter mais de 500 relatórios de avistamentos de UFOs por militares desde 1901. Em entrevista concedida para a edição 181 da Revista UFO, explicou que seu interesse por Ufologia surgiu quando teve um avistamento, aos 15 anos de idade. Contudo, somente muito depois, pôde se envolver diretamente com a questão, tendo conhecido em 1995 a equipe da extinta revista britânica UFO Magazine. Só em 2001 surgiria a ideia do Prufos, apoiada pelo falecido Grahan Birdsall, que também era correspondente internacional da Revista UFO. Heseltine, então, não parou mais de pesquisar casos ufológicos, paralelamente a seu trabalho policial. Na entrevista, ele comentou que experimentou certas dificuldades que foram postas em seu caminho, mas que não se deixou abater, sendo hoje o principal nome da Ufologia em seu país.

Fonte: Dailystar

Já está no ar a Edição 272 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2019

ETs em nossos dormitórios

UPDATED CACHE