DESTAQUE

Göbekli Tepe, reinos perdidos e o rei Midas: as surpresas da Turquia

Por
26 de Fevereiro de 2020
Estela descoberta na Turquia
Créditos: James Osborne

Depois da descoberta do sítio de Göbekli Tepe, a mais importante em décadas e que reescreve o que sabíamos sobre o passado da civilização humana, a Turquia nos conta sobre mais um mistério do alvorecer dos tempos. Dessa vez, a descoberta envolve um personagem mítico, que muitas pessoas acreditam que sequer tenha sido real. 

Nós soubemos sobre isso porque há cerca de 2.800 anos, a história de um monarca que derrubou um reino famoso foi gravada em pedra. Agora, a estela que conta essa proeza esquecida por eras foi encontrada por um fazendeiro, submersa em um canal de irrigação recentemente dragado no centro da Turquia, e levou uma equipe internacional de arqueólogos ao local no verão passado.

 

Rei Midas

 
Concepção artística do Rei Midas

Acontece que a estela é um link para um antigo reino perdido cujo monarca que pode ter derrotado Midas, rei da Frígia. E, sim, embora Midas seja mais conhecido como a mitológica figura que transformava qualquer coisa que tocasse em ouro, ele realmente existiu e é uma figura histórica verdadeira. 

De acordo com a estela, no entanto, o toque de Midas não foi páreo para o poder militar do rei Hartapu, que é descrito no texto como sendo o líder de um reino anteriormente desconhecido, que conquistou a Frígia.

"Não tínhamos ideia que esse reino houvesse existido", disse James Osborne, professor assistente de arqueologia de Anatólia, da Universidade de Chicago. “Em um piscar de olhos, tivemos novas e profundas informações sobre a Idade do Ferro no Oriente Médio", reforçou Osborne.

 

Rei Hartapu

 
Trecho de escrita sobre o rei Hartapu Crédito: Instituto Oriental

Após entrar no canal para examinar a estela, o professor e seus colegas rapidamente reconheceram a estela está escrita com hieróglifos luwianos, uma antiga língua indo-europeia que floresceu na região durante os séculos IX a VII a.C. 

Com a ajuda do fazendeiro, que trouxe seu trator, a equipe retirou a estela e a colocou sob os cuidados de um museu próximo para estudos adicionais.

Na história escrita na pedra, um rei derrota com sucesso um reino rival e celebra comissionando uma grande obra de arte para se gabar. "Os deuses da tempestade entregaram os reis [oponentes] à sua majestade", diz a estela, de acordo com a equipe de Osborne.

Embora o nome de seu reino ainda não seja conhecido, o rei Hartapu também aparece em outra inscrição hieroglífica encontrada a 16 km do canal, o que dá credibilidade à noção de que ele pode ter sido um monarca muito influente e poderoso, milhares de anos atrás.

 

Segredos da Turquia

 
Região da Anatólia, na Turquia. Crédito: Uma foto, uma história

Os pesquisadores fazem parte do Projeto de Pesquisa Arqueológica Regional de Konya (KRASP), uma colaboração internacional que está trabalhando para revelar as antigas metrópoles perdidas enterradas na planície de Konya, na Turquia. 

A equipe voltará a trabalhar nos próximos meses e está especialmente interessada em escavar um vasto assentamento montanhoso chamado Türkmen-Karahöyük.

"Dentro deste monte haverá palácios, monumentos, casas", disse Osborne. "Essa estela foi uma descoberta maravilhosa e incrivelmente sortuda - mas é apenas o começo".

 

Busca pelas origens


Crédito: Revista UFO

Quanto mais avançamos em direção ao futuro tecnológico e espacial, mas fica claro o quanto desconhecemos sobre nossas origens. Isso porque a tecnologia e o conhecimento evoluem em todas as áreas e fornecem mais e melhores ferramentas para pesquisa histórica e arqueológica. Talvez acabemos descobrindo que aquilo que procuramos “lá fora” está aqui mesmo, enterrado sob as areias milenares de nosso mundo. E a pergunta continua: de onde viemos?

Fonte: Vice

Assista a  vídeos sobre Göbekli Tepe e  sobre a história mítica do rei Midas:

Já está no ar a Edição 270 da Revista UFO. Aproveite!

Julho de 2019

Anunnaki: Aqueles que do céu desceram à Terra