DESTAQUE

Geraldo Lemos fala sobre a Data Limite: o marco da evolução planetária

Por
18 de Julho de 2019
Ilustração
Créditos: UFO

Em 1986, em Uberaba (MG), o médium Chico Xavier, numa conversa informal com um grupo seleto de amigos, incluindo Geraldo Lemos Neto, informou que havia sido dado à humanidade terrestre um período extra de 50 anos a partir do momento em que o homem pisou pela primeira vez na Lua, em 20 de julho de 1969.

O que a raça humana e, principalmente, as nações mais poderosas e desenvolvidas do mundo fizessem nesse período, que se encerra no próximo dia 20, é que atestaria seu futuro de regeneração ou de derrocada. O prazo estipulado pelo médium termina daqui a dois dias.

Para cravar esse marco histórico, acontecerá em São Paulo, na cidade de Peruíbe, nessa mesma data, o XIV Encontro Ufológico de Peruíbe, com a promoção da prefeitura da cidade e organização da Revista UFO junto da Familly Favor Eventos, responsável pela infraestrutura que receberá 1500 pessoas já confirmadas para o evento e com inscrições esgotadas.

Esse será o maior evento gratuito da história da Ufologia Brasileira e para a Ufologia Brasileira. Ocorrerá exatamente nos 50 anos da conquista da Lua e terá uma sessão especial sobre a Data Limite, realizada por Fábio Medeiros e Rebeca Casagrande, os verdadeiros criadores do projeto de documentário da Data Limite Segundo Chico Xavier. Geraldo Lemos, como encarregado das palavras de Chico sobre a Data, será nosso anfitrião em Peruíbe e fará uma grande conferência com todos os detalhes que o grande médium lhe dedicou, explicando tudo o que significa para a humanidade esse momento. Prometemos um evento histórico em suas vidas!”, disse o editor da Revista UFO e organizador do evento, A. J. Gevaerd.

Entre os conferencistas estão os mais importantes ufólogos e conferencistas do país: Cláudio Iatauro, Flori Antonio Tasca, Gener Silva, Jamil Vila Nova, João Marcelo M. Rios, Levy Carneiro, Marco Aurélio Leal, Ricardo Varela, Thiago Ticchetti, Toni Inajar Kurowski e Van Ted. Contará com a participação especial de Fábio Medeiros e Rebeca Casagrande, criadores do projeto que levou ao documentário A Data Limite Segundo Chico Xavier. Como coordenação do evento, terá o editor da Revista UFO, Ademar Gevaerd. E, ainda, como destaque internacional, estará Marshall Vian Summers, autor do livro Os Aliados da Humanidade, que será lançado no evento pela Biblioteca UFO. Saiba mais aqui.

  

 XIV Encontro Ufológico de Peruíbe

www.ufoperuibe.com.br

  

Mini-entrevista com Geraldo Lemos

Geraldo Lemos Neto Médium psicógrafo, escritor e fundador da Vinha de Luz Editora, por Ana Diniz

 Alguns líderes mundiais têm tido posturas assustadoras, mas parece que a tão temida terceira guerra mundial será evitada. Era o nosso dever de casa até 20 de julho de 2019. O que muda para a humanidade a partir de agora?

Acontecerá o fim de um período de exceção, prazo de 50 anos dado por Jesus a partir da data em que o homem pisou na Lua, 20 de julho de 1969. Nesse tempo a humanidade terrestre ficou em período probatório de sua real vontade de progredir rumo à condição de regeneração que nos aguarda. Em termos práticos, tudo vai depender de nossas escolhas individuais e, principalmente, coletivas até lá. Se perseguirmos o objetivo maior da paz entre os povos, fugindo de um conflito bélico nuclear, certamente venceremos a prova dessa moratória e caminharemos a passos largos para um progresso extraordinário, a partir de julho deste ano, atingindo conquistas inimagináveis nos campos da ciência, medicina, comunicação, intercâmbio com civilizações extraterrestres mais avançadas, artes e espiritualidade.

E se houver um conflito bélico até esse data?

Caso as nações optem pelo caminho tortuoso e obscuro dos monstros da guerra, sofreremos consequências também imprevisíveis na reorganização física, social e política do globo, atrasando o passo para a regeneração planetária em quase mil anos.

   

  

O senhor acredita que o ser humano está pronto para essa mudança de consciência?

Apesar de ver a situação mundial com profunda preocupação, tendo em vista as notícias veiculadas no mundo todo, com tantas calamidades sociais e políticas, ameaças e rumores de guerras, corrupções e desvios de toda ordem, eu ainda permaneço otimista de que haveremos de vencer essa prova e nos renovar para melhor. No entanto, analisando a questão friamente, penso que, ao nos aproximarmos da data-limite do mundo velho, do final do prazo de 50 anos que a bondade de Jesus Cristo nos concedeu nessa virada de milênio, é natural que seja assim. Afinal, temos que comemorar o fato de que mais de 49 anos e 11 meses da moratória celeste já transcorreram e, nesse período, fomos capazes, coletivamente, de evitar o pior, que seria o cenário de destruição em massa vindo de um conflito armado nuclear.

Há mudanças sociais ocorrendo nesse sentido?

Sim, vejo que as sociedades humanas estão se organizando para combater o terrorismo, o crime organizado e a corrupção. As instituições humanas, embora imperfeitas, têm funcionado com amplo acesso à comunicação e ao conhecimento de todos. Então, tenho a esperança de que estamos, aos poucos, nos aproximando de uma grande virada a favor da paz e da fraternidade, da justiça e da solidariedade mais amplas, no que tange às organizações das nações e das coletividades humanas terrestres. Então, fazendo um paralelo com a gravidez, é como se a humanidade terrestre estivesse grávida do fruto da regeneração humana, por um longo período de quase nove meses, e, hoje, estivesse vivendo os últimos dias dessa gestação, sentindo naturalmente o incômodo das dores do parto que se avizinham. É natural que seja assim. Ao nos aproximarmos da hora do parto, é o teste final que chega, e sentimos dor, medo, receio, desconforto e apreensões. Mas a nova criança esta chegando e certamente haverá de inaugurar novas alegrias na vida planetária.

 

Já está no ar a Edição 269 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2019

Como são eles?