DESTAQUE

General norte-americano declara que ocasionalmente se veem coisas sem explicação

Por
18 de Setembro de 2020
Aviões da Força aérea dos Estados Unidos
Créditos: USAF

O chefe da Força Aérea dos Estados Unidos no Pacífico disse que viu coisas estranhas no ar, mas que não tem certeza se alienígenas já visitaram a Terra.

 Na quarta-feira,  o portal Task & Purpose, voltado para assuntos militares, perguntou ao general Kenneth Wilsbach da Força Aérea se algum de seus membros relatou ter visto um veículo aéreo estranho que poderia ser extraterrestre, desde que o Pentágono anunciou em agosto que estava criando uma força-tarefa para investigar o avistamento de aeronaves não identificadas, ou seja, UFOs.

“Não, não recebi nenhum relatório desde que sou o comandante do PACAF”, disse Wilsbach no final da Conferência Aérea, Espacial e Cibernética da Associação da Força Aérea.

“Sabe, voei a minha via inteira. Comecei nos aviões aos 14 anos, com planeadores. Durante toda a minha carreira, voei em jatos. Ocasionalmente, você vê coisas que não consegue explicar”

O general Wilsbach acrescentou, a propósito dos UFOs: “Eu tive esses casos e os relatei. Mas não recebemos nenhum relatório, desde que o anúncio do Pentágono foi publicado há apenas algumas semanas”.

 

UFOS sim, extraterrestres não


General Kenneth Wilsbach.  Crédito USAF

Os militares dos Estados Unidos e membros do Congresso estão preocupados com o fato de que as aeronaves não identificadas que os pilotos da Marinha têm visto desde 2014 possam indicar que a China e a Rússia fizeram avanços em novas tecnologias, incluindo hipersônica.

Até o momento, nenhum funcionário dos Estados Unidos se aventurou a declarar publicamente que os fenômenos aéreos não identificados poderiam ser dirigidos por seres de outro mundo.

Na quarta-feira, a Task & Purpose perguntou à queima-roupa a Wilsbach se ele pessoalmente acredita que alienígenas visitaram este planeta.

“Não sei”, respondeu Wilsbach, balançando a cabeça. "Eu não sei".

De tudo que vimos até agora sobre o posicionamento oficial do governo, congresso e Forças Armadas dos Estados Unidos, é um extremo cuidado para que não haja uma ridicularização das instituições por esatrem todos preocupados com as avistamentos de UFO.

Se olharmos para o histórico da Defesa dos Estados Unidos, o assunto sempre foi de alguma maneira estudado, mas nunca veio a público com tanta clareza como agora. É provável que a maioria pense como o senador Marco Rúbio, que em entrevista recente declarou que prefere os alienígenas aos russos ou chineses.

Esse é um assunto ainda em andamento e que depende muito das proximas eleições presidenciais para continuar ou não sendo estudado e divulgado ao público de maneira oficial. Aguardemos.

Fonte: Task and Purpose

Já está no ar a Edição 279 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2020

Segredos ufológicos nos corredores do Pentágono