DESTAQUE

Gary Heseltine investiga o Caso da Floresta de Rendlesham

Por
06 de Setembro de 2016
Gary Heseltine e A. J. Gevaerd, editor da Revista UFO, em evento em 2015
Créditos: Revista UFO

Há vários anos Gary Heseltine tem sido o principal nome da Ufologia na Grã-Bretanha. Detetive veterano da Polícia Inglesa, ele participou das investigações de atos terroristas acontecidos naquele país na última década, e fundou em 2002 o Sistema Policial de Registro de UFOs (Prufos). Este se dedica a colher e analisar relatos de ocorrências ufológicas que tiveram por testemunhas membros das forças policiais da Inglaterra e vários outros países, já tendo em seus registros centenas de casos. Heseltine é também editor da revista The UFO Truth Magazine e tem participações em diversos eventos, documentários e programas de TV.

Gary Heseltine aplica em suas investigações ufológicas as técnicas investigativas e metodologia de pesquisa adquiridas em suas décadas de experiência policial, e seu objetivo agora é o Caso da Floresta de Rendlesham. Naquela área, compreendendo a base aérea de Betnwaters, da Real Força Aérea Britânica (RAF), operada durante a Guerra Fria pela Força Aérea Norte-Americana (USAF), aconteceu em 26 e 27 de dezembro de 1980 o principal caso ufológico britânico. Na primeira noite oficiais de vigilância observaram as evoluções de um UFO sobre a base e na segunda noite de ocorrências o então vice-comandante da base, Charles Halt, testemunhou na floresta, acompanhado de vários subalternos, a presença de UFOs que chegaram a lançar raios de luz sobre o depósito de armas nucleares da base.

O consultor da Revista UFO Gary Heseltine pediu ao secretário da Defesa britânico, Michael Fallon, a revelação de toda a documentação relativa ao caso, muito embora o Ministério da Defesa (MoD) tenha encerrado seu Projeto UFO em 2009, oficialmente deixando de investigar UFOs. Heseltine fez o pedido com base nas novas informações divulgadas no documentário UFOs e Mísseis Nucleares, que é o mais novo lançamento da Videoteca UFO (confira nos links abaixo). No filme são mostrados os depoimentos de dois oficiais do controle de radar da base Bentwaters da RAF, Ike Barker e Jim Carey, que reastrearam os misteriosos objetos responsáveis pelas ocorrências. Os dois ex-controladores relataram como os UFOs faziam manobras que seriam impossíveis para nossos aparelhos em velocidades altíssimas, sendo capazes de percorrer mais de 190 quilômetros em oito segundos.

crédito: Arquivo
Monumento na Floresta de Rendlesham que lembra o espantoso caso ocorrido em 1980
Monumento na Floresta de Rendlesham que lembra o espantoso caso ocorrido em 1980

PRESSIONANDO OS ÓRGÃOS OFICIAIS

O MoD já emitiu uma nota diante do pedido de Gary Heseltine, afirmando que não investiga mais casos ufológicos, e que todos os arquivos relacionados ao incidente na Floresta de Rendlesham já foram liberados ou estão em processo de serem enviados aos Arquivos Nacionais. Gary comentou: "A resposta é um clássico caso de negar questões legítimas a respeito de UFOs e deste caso em particular. Como podem dizer não ser significativo que dois operadores de radar terem vindo a público relatar que UFOs foram detectados sobre a base? Como podem não se interessar pelo fato de o UFO haver disparado luzes sobre o depósito de armas nucleares?". O ex-policial e consultor da Revista UFO tem em seu catálogo no Prufos mais de 425 casos ufológicos, envolvendo 940 oficiais da Polícia britânica.

Visite o site do Prufos

Confira uma apresentação de Gary Heseltine

UFO percorreu mais de 190 quilômetros em 8 segundos

A. J. Gevaerd apresenta conferências na Inglaterra

No segundo dia do UFOZ, Gary Heseltine foi o destaque

Surgem novas evidências sobre Caso Bentwaters

UFOs apareceram em Bentwaters meses antes de caso principal

Saiba mais:

Livro: Terra Vigiada

DVD: UFOs e Mísseis Nucleares

crédito: Revista UFO
UFOs e Mísseis Nuclares
UFOs e Mísseis Nuclares

A prova definitiva de que civilizações extraterrestres se preocupam com o uso que fazemos da energia atômica para fins bélicos e interferem em nossas atividades de lançamento de mísseis nucleares. Este documentário, produzido por Robert Hastings, o mesmo autor do best seller Terra Vigiada, mostra com uma sucessão de contundentes evidências inéditas que nossos visitantes extraterrestres estão vigilantes e dispostos a intervir para evitar a destruição da Terra com uso maciço de armamentos à base de energia nuclear.

Já está no ar a Edição 234 da Revista UFO. Aproveite!

Maio de 2016

De que estranho mundo viriam?