DESTAQUE

Fotos panorâmicas inéditas da Lua liberadas pela NASA

Por
25 de Julho de 2019
Neil Armstrong e Buzz Aldrin no pouso na Lua de 1969
Créditos: NASA

A NASA liberou imagens panorâmicas inéditas em comemoração aos 50 anos da Apollo 11, voo que levou os primeiros homens à Lua. Capturadas durante a expedição Apollo 17, as fotos celebram as 12 pessoas que tiveram a oportunidade de visitar o satélite natural.

Algumas alterações foram feitas nas imagens para prezar pela qualidade da definição. Os especialistas editaram, por exemplo, o horizonte lunar, deixando o fundo sem estrelas. Também foram trabalhados os fenômenos de “lens flare”, que acontecem quando a luz que entra pelas extremidade da lente acaba se dispersando. O efeito causa algumas manchas de luz, muito comuns no cinema.

Segundo Harrison Jack Schmitt, único geólogo presente na Apollo 17, a localização conhecida como “The Valley of Taurus-Littrow” é uma das paisagens mais bonitas do Sistema Solar.

 

A autenticidade das fotos foi verificada pelo astronauta Schmitt. (Fonte: NASA)

 

Além dos registros panorâmicos, foi postada na página do Facebook da NASA’s Johnson Space Center uma imagem 360° interativa da Lua para proporcionar uma experiência imersiva. Para ver e baixar todas as 45 fotos entre neste link

  

Vídeo de pouso na Lua da Apollo 11 é leiloado por quase R$ 7 milhões

As imagens que mostram os primeiros passos de Neil Armstrong e Buzz Aldrin no pouso na Lua de 1969 durante a missão Apollo 11 da NASA foram adquiridas por US $ 1,82 milhão (o equivalente a cerca de quase R$ 7 milhões), no sábado (20), durante o leilão na tradicional Sotheby's. A coleção de imagens totaliza cerca de 2 horas e 24 minutos em três rolos de filmes gravados no Mission Control em Houston, Texas. Essa filmagem é a "primeira e mais precisa imagem de vídeo dos primeiros passos do homem na Lua", de acordo com a Sotheby's.

  

Rolos de filmes com imagens da Apollo 11 (Foto: Reprodução Sothesby)

 

As fitas incluem gravações do Controle da Missão, enquanto aguardava a instalação da câmera da superfície lunar, bem como os primeiros passos de Neil Armstrong e Buzz Aldrin na Lua e o momento em que os astronautas plantaram a bandeira americana na superfície. Menos os 9 minutos de gravação do Mission Control, as fitas contêm toda a duração da atividade extraveicular lunar (EVA).

Os rolos foram adquiridos em 1976 por um antigo estagiário da NASA chamado Gary George, que comprou as fitas em um leilão do excedente do governo naquele ano. Ele pagou apenas US $ 217,77 por essas bobinas e mais de mil outras na época. George também digitalizou essas fitas em 2008, segundo publicou o site Mashable.

Fonte: CNET, NASA

 

Já está no ar a Edição 269 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2019

Como são eles?

UPDATED CACHE