DESTAQUE

“Fiz parte de um encobrimento ufológico”, diz o ex-fotógrafo da Força Aérea dos Estados Unidos

Por
21 de Outubro de 2021
The Sun produziu uma simulação de um UFO se aproximando de uma base de mísseis nucleares.
Créditos: The Sun

Em uma entrevista coletiva de cair o queixo sobre interferência extraterrestre em testes nucleares liderados pelo capitão aposentado da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), Robert Salas, do Paradigm Research Group, Robert Jacobs - que liderou uma equipe que fotografava os primeiros mísseis nucleares dos Estados Unidos - admitiu: “Eu fiz parte de um encobrimento ufológico da Força Aérea dos Estados Unidos.”

Durante a conferência UFOs and Nukes, presidida por Robert Salas nesta terça-feira, 19 de outubro, Robert Jacobs, ex-tenente da USAF e oficial fotográfico de teste de mísseis, explicou que no início dos anos 60 liderou uma equipe fazendo filmes detalhados de lançamentos de mísseis porque, como ele explica, “(...) naquela época, muitos mísseis explodiram na plataforma de lançamento”, e as imagens em filme de alta resolução ajudaram os cientistas a descobrir o porquê.

Ele descreveu como, em 14 de setembro de 1964, estava usando uma câmera de filme de ultra-alta resolução para capturar imagens de um míssil de 13.000Km/h equipado com um embaralhador de radar para confundir as defesas soviéticas. Foi só depois do teste que ele foi chamado ao escritório de seu superior, o major Florenze J. Mansmann, que exigiu saber o que ele vinha fazendo. Só quando Jacobs viu a filmagem que havia capturado no dia anterior é que percebeu do que Mansmann estava falando.

Em câmera lenta, um UFO em forma de disco podia ser visto voando ao redor da ogiva de teste e disparando feixes de luz fortemente focalizados nela. Primeiro, foi perguntado se ele estava pregando uma peça em seus chefes da Força Aérea. Quando ele disse que não, foi perguntado exatamente o que ele achava que era mostrado no filme. “Parece um UFO”, disse Jacobs. “Nunca mais diga isso”, respondeu Mansmann com firmeza. “No que lhe diz respeito, isso nunca aconteceu.”


Reprodução de um UFO lançando um feixe de luz em uma ogiva nuclear na borda do espaço.
Fonte: The Sun

Durante a reunião, Mansmann foi flanqueado por dois homens silenciosamente ameaçadores em ternos cinza, que Jacobs acredita serem da CIA. Jacobs manteve o segredo daquela extraordinária filmagem capturada perto de Big Sur, na Califórnia. Eventualmente, ele cedeu e falou sobre o incidente em um programa de rádio tarde da noite.

Foi pego por um tabloide de supermercado e, não muito tempo depois, recebeu uma série de telefonemas ameaçadores, culminando com um artefato explosivo sendo detonado em seu jardim. Mas, diz ele, a filmagem é “(...) o evento mais importante da história” e não deve ser mantida em segredo. “Não estamos sozinhos”, diz Jacobs. Não há dúvida em sua mente de que os UFOs são reais porque ele viu um. “Eu vi. Estava tudo no filme”, disse ele.

Fonte

Já está no ar a Edição 285 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2021

Quando eles são hostis aos humanos