DESTAQUE

Fanáticos religiosos estão impedindo a abertura ufológica?

Por
21 de Janeiro de 2020
Oficiais de alto escalão do governo dos Estados Unidos acreditam que extraterrestres são demoníacos
Créditos: Revista UFO

Todos nós já lemos e ouvidos que a abertura ufológica poderia trazer grande instabilidade para a sociedade humana, porque as pessoas simplesmente não estão preparadas para conhecer a verdade. Aparentemente, a revelação de que os seres humanos não estão sozinhos e que há seres muito mais avançados do que nós, destruíra o tecido social. E pelo jeito, há um pessoal que faria qualquer coisa para impedir a verdade de emergir.

Uma surpreendente nova análise e uma visão geral dos relatórios disponíveis revelam que, dentro das agências de Defesa e Inteligência dos Estados Unidos reside um grupo que, embora se mantenha nas sombras, é influente, raivosamente religioso e prejudica ativamente os estudos ufológicos do governo e seus gerentes de programas associados, acreditando que essas coisas são demoníacas.

Uma investigação contínua sobre essa situação bizarra e anticientífica procura chamar pelo nome os fundamentalistas que desejam desmantelar tais programas. Ao fazê-lo, eles destroem a reputação profissional e o avanço da ciência. Incrivelmente, esses evangélicos extremos acreditam que esses alienígenas são demônios e que aqueles que os estudam estão brincando com fogo. Eles estão trabalhando de dentro do sistema para aplicar pressão sobre os programas militares e de Inteligência e sobre os profissionais envolvidos no exame dos fenômenos.

O ex-gerente do Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP), do Pentágono, o oficial de Inteligência Luis Elizondo, confirmou que além de filmes e registros de radar mostrando UFOs, existe de uma coleção de materiais estranhos, semelhantes a metais, recuperados por civis e militares, como resíduos de UFOs, peças de projeção ou itens de colisão. Mas a história vai muito além de tudo isso.

Pentágono, a sede Inteligência dos Estados Unidos

O antecessor de Luis Elizondo, um importante cientista de foguetes da área militar, teve que lidar com os esforços de fanáticos religiosos para arruiná-lo profissionalmente, porque os dados que ele estava reunindo eram uma ameaça ao sistema de crenças deles. Parece que um elemento específico da extrema direita religiosa se colocou, de alguma maneira, nas principais agências militares e de Inteligência do governo. E esse elemento não gostou das descobertas do antecessor de Elizondo e tentou destruir sua carreira, porque eles acham UFOs e seus ocupantes demoníacos.

O próprio Elizondo, ao gerenciar o programa, experimentou obstáculos semelhantes colocados por aqueles que veem a presença extraterrestre como “coisa do diabo”. Tom De Longe, da To The Stars Academy também falou, de passagem, sobre ter sido pressionado por um general para parar de destruir a crença das pessoas em Deus.

Fanaticos religiosos acreditam que os extraterrestres sejam demônios

Incrivelmente, até mesmo Nick Pope, o ex-funcionário do Ministério da Defesa do Reino Unido encarregado de lidar com os UFOS se apresentou para dizer que ele também fora prejudicado em seu trabalho sobre o fenômeno por pessoas que o consideram satânico.

Essa maneira de pensar supersticiosa e reacionária é difícil de entender em 2020, mas se espalha entre oficiais de alto escalão das Forças Armadas e da Inteligência dos Estados Unidos que, impulsionados pela estranha ideia de que os alienígenas são demoníacos, continuam a impedir o estudo autorizado dos UFOs.

Fonte: ufoexploration 

Já está no ar a Edição 257 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2018

Nos limites da existência