DESTAQUE

Falsa notícia sobre queda de UFO em Mato Grosso do Sul

Por
06 de Junho de 2010
Créditos:
Estamos alertando a imprensa nacional quanto ao surgimento de rumores a respeito de um suposto acidente com uma nave espacial ou sonda extraterrestre numa propriedade do município de Corguinho (MS), à 90 km de Campo Grande. O fato não é verdadeiro e não merece crédito. A notícia está sendo difundida através da internet por integrantes do Projeto Portal, fundado pelo ex-pedreiro Urandir Fernandes de Oliveira e alvo de grande polêmica em todo o país. Urandir já foi exposto nacionalmente ao propagar outras notícias infundadas no âmbito da Ufologia e não goza de credibilidade perante a Comunidade Ufológica Brasileira. A falsa informação não é propriamente nova. A improvável queda de um disco voador em Corguinho foi inventada há três anos e foi, naquela mesma época, desmentida por vários ufólogos. Os rumores foram novamente trazidos à atenção da imprensa para estimular a polêmica e atrair o interesse da população. Os perpetradores da história apenas adicionaram a ela ingredientes novos, para torná-la mais atraente, mas nada de verdade há sobre o suposto acidente. Falso acidente No final de 2001, membros do Projeto Portal fabricaram a história de que um UFO teria caído numa fazenda vizinha à que são mantidas suas operações. Várias equipes da imprensa local de MS foram até o local e não constataram absolutamente nada. Inclusive a Revista UFO. Citadas pelo titular do projeto, autoridades policiais de Corguinho negaram veementemente qualquer registro de fato estranho. Sequer um boletim de ocorrência foi lavrado, por não haver o que relatar. A propriedade onde teria acontecido a improvável queda fica, em linha reta, a menos de 60 km da Base Aérea de Campo Grande e do Aeroporto Internacional de Campo Grande, onde nenhum funcionário, em tempo algum, registrou qualquer acontecimento. Seria completamente improvável, como quer sustentar o líder do Projeto Portal, que algo tivesse acontecido na região sem o conhecimento das autoridades. Segundo fontes, a farsa estaria sendo novamente engendrada para atrair curiosos à fazenda onde o referido projeto mantém cursos de "energização e contactação de ETs", cujos conteúdos não são levados a sério pelos ufólogos brasileiros. A repercussão da notícia da suposta queda nos meios de comunicação, mesmo que provada falsa posteriormente, já seria suficiente para atrair interessados a tais atividades, que constituem uma vigorosa fonte de renda, baseada na credulidade e boa-fé dos seguidores. do Portal. Abaixo estão dois links de sites norte-americanos que trazem notícias recentes sobre a instituição. Ambos se referem às atividades do polêmico projeto e seu criador. O Projeto Portal também aglutina pessoas de todo o Brasil que, atraídas por seu dirigente, acreditam que podem ser salvas do fim do mundo através do chamam de "ensinamentos cósmicos", que recebem do senhor Urandir. A Comunidade Ufológica Brasileira repudia veementemente as alegações infundadas constantes dessa farsa. Para mais informações visite: www.seattlechatclub.org/urandir.htmlhttp://www.ufowatchdog.com/brazil.html