DESTAQUE

Exoplaneta mais próximo da Terra pode ter vizinhos

Por
09 de Novembro de 2017
Concepção artística dos prováveis dois anéis de poeira descobertos ao redor de Proxima b, indicando a possibilidade da existência de mais planetas nesse sistema
Créditos: ESO/M. Kornmesser

A descoberta de Proxima b, exoplaneta mais próximo do Sistema Solar e potencialmente habitável, repercutiu enormemente nas comunidades de caçadores de planetas e de vida fora da Terra. O achado elevou a importância da iniciativa Breakthrough Starshot, da qual participa o astrofísico Stephen Hawking, e tem movimentado equipes de astrônomos ao redor do mundo na tentativa de serem os primeiros a fazer imagens desse planeta, distante somente 4,2 anos-luz de nós. Recentemente outra descoberta pode indicar que há mais nesse sistema para ser descoberto. O líder do novo estudo, Guillem Anglada, do Instituto de Astrofisica de Andalucia, anunciou a descoberta de um anel de poeira circundando Proxima Centauri.

Guillem Anglada, que não tem parentesco com Guillem Anglada-Escudé da Universidade Queen Mary de Londres, e que participou da descoberta de Proxima b, afirmou: "O resultado de nossa pesquisa sugere que Proxima Centauri pode ter um sistema multiplanetário, com uma rica história de interações que produziu o cinturão de poeira. Novos estudos podem produzir informações que apontem a localização de planetas adicionais ainda por descobrir". Proxima Centauri é uma anã vermelha que faz parte do sistema Alpha Centauri, cujas duas estrelas amarelas A e B se situam a 4,3 anos-luz de distância. Proxima circula as outras duas estrelas e seu planeta Proxima b, cuja existência foi anunciada em 2016, tem um tamanho próximo ao da Terra e orbita a uma distância tal que permitiria a existência de água em sua superfície.

O novo estudo foi feito com o Grande Arranjo Milimétrico e Submilimétrico do Atacama (ALMA), uma rede de telescópios no Chile. O cinturão de poeira tem cerca de um por cento da massa da Terra, e orbita a estrela a algumas centenas de milhões de km de distância. O material que o forma pode variar entre grãos de poeira e corpos do tamanho de asteroides, e certamente é composto de restos do processo de formação desse sistema solar. O telescópio ALMA também obteve indicações de um segundo anel de poeira cerca de dez vezes mais distante que o primeiro, informação que ainda precisa ser confirmada por outros estudos. O achado do primeiro cinturão de poeira é muito importante, pois estudando seu formato os cientistas podem conseguir medir a massa de Proxima b, que ainda não é bem conhecida no momento.

CAPACIDADE DE REVOLUCIONAR A EXPLORAÇÃO ESPACIAL TERRESTRE

Ter um planeta alienígena habitável tão perto de nós em termos astronômicos tem o potencial de revolucionar a exploração espacial e a busca por vida extraterrestre. Vários projetos ao redor do mundo estão sendo movidos para que imagens de Proxima b sejam obtidas, e o projeto Breakthrough Starshot pretende, dentro de duas décadas, lançar micronaves dotadas de velas impulsionadas por raios laser, que chegariam a Proxima Centauri em somente duas décadas ou menos. Lançando milhares dessas minúsculas sondas o sistema e seus planetas poderiam ser mapeados, incluindo evidentemente os anéis de poeira e possíveis outros planetas que venham a ser descobertos. Pedro Amaro, coautor do estudo, afirmou: "Os primeiros resultados mostram que o ALMA pode detectar estruturas assim em sistemas solares próximos. Novas observações poderão nos dar uma visão mais detalhada do sistema de Proxima, e o que vemos agora é somente o aperitivo do que está por vir".

Leia o artigo relatando a descoberta

Intensifica-se a discussão sobre a existência de vida em Proxima b

Confirmada a existência de planeta em órbita da estrela mais próxima do Sol

Planeta habitável é encontrado próximo a nosso Sistema Solar

Estudo aponta que planetas do sistema Trappist-1 podem ter retido grande quantidade de água

Obtida a melhor imagem de um sistema planetário em formação

Stephen Hawking lança Projeto Starshot para viagens interestelares

Protótipos de nanonaves estelares já estão em órbita

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Planetas Alienígenas

crédito: Revista UFO
Planetas Alienígenas
Planetas Alienígenas

A ciência tem comprovado, em um ritmo cada vez maior, que apenas em nossa galáxia existem bilhões de planetas com possibilidade de abrigar vida. Destes, é enorme a quantidade de mundos que podem conter vida inteligente em seus sistemas, sociedades que apenas esperam ser encontradas. Este DVD confirma que o cosmos está repleto de vida inteligente, fazendo ser apenas uma questão de tempo que nós, terrestres, conheçamos nossos semelhantes lá fora. E este conhecimento será transformador para a população mundial.

Já está no ar a Edição 217 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2014

A descoberta de novos mundos