DESTAQUE

Exoplaneta considerado engano de fato existe

Por
29 de Outubro de 2012
Concepção artística do planeta orbitando a estrela Fomalhaut
Créditos: ESA; Hubble, M. Kornmesser; and ESO, L. Calçada and L. L. Christensen

Fomalhaut b foi o primeiro planeta extrassolar a ser diretamente fotografado, e o anúncio de sua descoberta ocorreu em novembro de 2008. O mundo orbita a estrela de mesmo nome, situada a 25 anos-luz da Terra na constelação Piscis Austrinus, e foi localizada em uma imagem obtida pelo telescópio espacial Hubble. Na foto, o planeta é um pequeno ponto em meio a um vasto anel de poeira, detritos, rochas e possivelmente asteróides.

Fomalhaut é uma estrela jovem, com aproximadamente 440 milhões de anos de idade. sua massa equivale a 1,92 vezes a do Sol, e o diâmetro é 1,84 vezes maior. A descoberta do planeta, de acordo com astrônomos, poderia explicar a aparência do anel de destroços a seu redor. Contudo, outros cientistas duvidaram da existência do orbe, argumentando que se trataria apenas de uma nuvem de poeira temporária devido a variação em sua luminosidade. O fato de o telescópio espacial Spitzer não ter conseguido captar a assinatura infravermelha do planeta também foi apontado como prova de sua inexistência.

Contudo um novo estudo acaba de ser aceito para publicação no periódico The Astrophysical Journal Letters, e que comprova a existência de Fomalhaut b. A equipe não detectou variações na luminosidade do corpo celeste, e de acordo com o líder do estudo, Thayne Currie do Centro Goddard de Voo Espacial, os dados provam que realmente se trata de um grande planeta. O estudo também confirma que sua gravidade molda o disco ao redor da estrela.

Vídeo sobre a descoberta

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: 50 Anos de Exploração Espacial – Parte 1

Já está no ar a Edição 184 da Revista UFO. Aproveite!

Dezembro de 2011

Nossa mais fantástica e reveladora viagem