DESTAQUE

Estrondos no céu ouvidos nos Estados Unidos são testes para novas aeronaves

Por
13 de Julho de 2018
Estrondos nos céus dos Estados Unidos são resultado de testes para o desenvolvimento de novas aeronaves como o X-59
Créditos: NASA

Estrondos ouvidos no céu, principalmente na costa do Golfo do México, têm dado origem a inúmeras e equivocadas teorias de conspiração nos Estados Unidos. Entre as histórias que alimentam as especulações está um fato ocorrido na Pennsylvania, onde a polícia local prendeu um indivíduo dono de uma loja de produtos químicos e solventes. A acusação era de provocar detonações na área, e na casa do suspeito foram encontrados desenhos e imagens que levaram as autoridades a suspeitarem de terrorismo. Porém a área rural da Pennsylvania tem sido constantemente assolada por explosões inexplicáveis, o que continua a alimentar as especulações.

Um dos motivos, entretanto, e que pode explicar todas as ocorrências, é muito mais prosaico. A NASA tem realizado testes no Golfo do México, em pontos distantes da costa e nas proximidades desta, com caças McDonnell Douglas F/A-18 Hornet a fim de avaliar o quanto os estrondos sônicos ocasionados quando uma aeronave supera a barreira do som podem incomodar as pessoas no solo. Durante os testes o caça realiza mergulhos pronunciados, produzindo fortes estrondos sobre o Golfo do México. Em outros testes, o F/A-18 realiza voos mais controlados, produzindo estrondos bem menores sobre locais povoados, e a cidade escolhida foi Galveston, no litoral do estado norte-americano do Texas.

A agência espacial analisa então os dados obtidos por sensores de áudio em solo, e os relatos de cerca de 500 voluntários locais, para produzir informações mais precisas sobre os efeitos dos estrondos sônicos. Uma lei do governo norte-americano de 1973 baniu voos supersônicos sobre o território do país, tipo de preocupação que tem se espalhado por outros países e tem sido o maior entrave para a produção de aeronaves civis supersônicas como o famoso Concorde. Além disso, a NASA concedeu para a Lockheed Martin Aeronautics Company um contrato de 247,5 milhões de dólares para a construção de um avião supersônico mais silencioso chamado X-59 QueSST. O objetivo é chegar a um design que não produza ondas de choque supersônicas que criam estrondos sônicos, e o X-59 deve realizar seu primeiro voo em 2021. O objetivo é o desenvolvimento de novas tecnologias aeronáuticas para o estabelecimento de novas leis quanto à matéria, permitindo que aeronaves capazes de voos supersônicos se tornem mais comuns.

Os testes iniciais estão sendo feitos por caças F/A-18 Hornet, crédito NASA

Confira um vídeo dos testes da NASA

Outro vídeo gravado no Texas

Insígnia de avião secreto aparece em site de vendas online

Pilotos de duas aeronaves comerciais observam UFO nos Estados Unidos

Objeto triangular desconhecido é fotografado na Área 51 junto a caças F-16

Protótipo de novo avião secreto já voa nos Estados Unidos

Saiba mais:

Livro: Guia da Tipologia dos UFOs

Há milênios somos visitados por incontáveis raças extraterrestres, que usam para o seu deslocamento até a Terra dos mais variados tipos de veículos espaciais. Os registros do acompanhamento que fazem estas espécies cósmicas são abundantes e têm milhares de anos. São igualmente inúmeras as formas e características dos veículos que tais visitantes usam para fazer sua cuidadosa prospecção de nosso mundo, de nossos recursos e de nossa população. Guia da Tipologia dos UFOs mostra com riqueza de detalhes como são numerosos os tipos de objetos voadores que vêm até aqui, talvez tanto quanto seus planetas de origem.

DVD: Hangar 18: Arquivos Secretos

Já está no ar a Edição 259 da Revista UFO. Aproveite!

Julho de 2018

A desconcertante casuística polonesa