NOTÍCIA

Estranhos encontros em livrarias desafiam a compreensão

Por Equipe UFO | 20 de Julho de 2017

Livrarias foram palco de encontros com estranhas entidades
Créditos: Arquivo

No início de 1987 o livro de Whitley Strieber Communion já era um bestseller, em inúmeras livrarias nos Estados Unidos era exposto com destaque. Uma destas era a Womrath´s, na Avenida Lexington, Upper East Side em Manhattan, Nova York. A testemunha do estranho caso foi Bruce Lee, que trabalhava como editor sênior na William Morrow & Co., a editora que havia então recentemente publicado Communion, além de trabalhar também para a Reader´s Digest e Newsweek. Lee visitou a Womrath´s acompanhado de sua esposa, a fim de verificar como estava exposto Communion.

Enquanto a mulher se dirigiu para a seção de ficção, Bruce Lee se dirigiu para o local onde estava exposto o livro de Strieber. Ele então percebeu um estranho casal que entrou na livraria e se dirigiu diretamente para o expositor que ele viera verificar. De acordo com Lee, não era possível ver o display da rua, e os dois simplesmente entraram e foram diretamente para lá. O homem e a mulher tinham pequena estatura, mal chegando a um metro e meio, usavam cachecóis que cobriam quase todo o rosto, chapéus bem enfiados na cabeça e óculos escuros de grandes lentes. Lee os observou enquanto pegaram um exemplar do livro e começaram a virar as páginas com grande rapidez.

Bruce Lee se aproximou, já que era editor da empresa que havia publicado o livro, e perguntou o que acharam do volume. A mulher olhou subitamente para ele, que sentiu repentinamente um arrepio ao constatar que conseguia ver através dos óculos escuros, constatando que a mulher tinha olhos enormes. Ele ficou ainda mais incomodado por ter a impressão de que ela não gostou nem um pouco de sua intromissão, e Lee se sentiu de tal forma incomodado que se afastou, correu pela livraria para procurar sua esposa e saiu com ela da loja o mais depressa que conseguiu. O estranho encontro do editor Bruce Lee foi narrado pelo próprio Whitley Strieber em seu livro Transformation, de 1988, e no livro Report on Communion de Ed Conroy, publicado um ano depois.

MAIS UM ESTRANHO ENCONTRO

crédito: Arquivo
Communion, de Whitley Strieber
Communion, de Whitley Strieber

Outro caso muito estranho, igualmente envolvendo Communion, aconteceu dois meses depois. Outra livraria foi visitada pelo dr. Lee Zahner-Roloff, psicoanalista com passagens pela Northwestern University e pela University of Southern California, onde conseguiu seu Ph.D. Conforme Rollof entrava na livraria, uma mulher alta e loira saía do estabelecimento, carregando nos braços de forma bem visível um exemplar de Commuion. Roloff contou ao próprio Strieber o episódio: "Conforme eu passei por ela, senti uma urgência em adquirir o livro, do qual não sabia nada. Era como se tivesse perdido minha vontade". Roloff comprou o livro e falou sobre ele a seus colegas, e todos sucessivamente tiveram sonhos recorrentes com extraterrestres. E o dr. Zahnner-Roloff também pensava de forma frequente na mulher alta e loira que pareceu impeli-lo a comprar o livro.

Alienígenas em série do SyFy baseada em obra de Whitley Strieber

O cético que se tornou um ufólogo: a história de J. Allen Hynek

Nova série do canal TBS aborda grupo de apoio a abduzidos

Médico que tratou do casal Hill não acreditava em sua abdução

Whitley Strieber: os UFOs como um Fenômeno Literário

Estrada mexicana tem avistamentos em série de UFOs

Revelando a abdução de Antonio Villas Boas

Uma esclarecedora entrevista a respeito das abduções

Saiba mais:

Livro: Fogo no Céu

crédito: Revista UFO
Fogo no Céu
Fogo no Céu

Fogo no Céu é o lançamento de literatura ufológica mais impactante no Brasil em anos. O livro foi fruto do trabalho de uma equipe de tradutores especializados e lançado em tempo recorde no Brasil. Fogo no Céu: A Verdadeira História de uma Abdução, é uma obra fascinante que descreve com riqueza de detalhes o caso de abdução mais bem estudado e documentado de todos os tempos.

DVD: Eles Estão Entre Nós

Saiba mais sobre este assunto na edição 248 da revista

Comentários